Maior goleador da Europa, Jonas defende seleção sem um "camisa 9"

Danilo Lavieri

Do UOL, em Teresópolis (RJ)

  • Lucas Figueiredo / MoWA Press

    Jonas dá entrevista coletiva na Granja Comary, em Teresópolis

    Jonas dá entrevista coletiva na Granja Comary, em Teresópolis

Maior goleador da Europa neste momento, Jonas entende que a seleção brasileira não precisa ter um camisa 9 fixo e concordou com a escalação de Dunga no treinamento da última terça-feira (22). Segundo ele, o "futebol moderno exige muito mais movimentação e recomposição".

Por isso, o atacante do Benfica afirmou que seria um erro afirmar que ele é apenas um centroavante e fez questão de explicar que, em seu clube, atua buscando a bola fora da área em todo momento.

"No futebol moderno, hoje, o centroavante não é muito utilizado, por causa do futebol intenso. Na Europa, a maioria dos times não tem usado essa formação, mas eu acho que vai de acordo com o treinador, de acordo com o adversário. Algumas equipes optam por utilizar o centroavante de área com defesas bem mais postadas e outras não tantos 9 de área quando jogam com adversários, a linha sobra bastante. Eu não sou 9 puro. Gosto de vir buscar a bola porque hoje a movimentação precisa ser intensa", destacou.

O atleta, inclusive, mostrou como poderia atuar no atual esquema da seleção brasileira, que tem a linha de ataque formada por Willian, Douglas Costa e Neymar. 

"As características daqui seriam a mesma do Benfica, com movimentação, do meio para frente com liberdade. O que é importante hoje no futebol moderno, porque algumas equipes não jogam com centroavante porque a recomposição é muito importante. Eu sempre jogo do meio para frente, então acho que seria essas função. Eu acho que hoje é um erro dizer que sou só centroavante. Eu não jogo no Benfica assim".

Sobre o fato de ser o maior goleador da Europa, Jonas admitiu que não esperava estar neste patamar. No momento, ele briga com Cristiano Ronaldo, Gonzalo Higuaín, Luiz Suárez, Robert Lewandovski, Lionel Messi e Neymar Junior para ganhar a Chuteira de Ouro.

"Confesso Que quando começou a temporada não pensava em estar brigando por essa conquista, porque nos últimos anos ficou entre MEssi e Cristiano, teve uma temporada que teve o Suárez. A gente sabe o tanto que é difícil, mas faltam poucos jogos para acabar as competições europeias. Eu levo um pouco de desvantagem porque em Portugal tem só 34 partidas e não 38. Seria importante para mim e para todos os brasileiros e sabemos que esses jogadores são de outro nível".

CONVOCADO PELA SOGRA

Jonas ainda contou que soube que seria convocado por causa de sua sogra. Segundo ele, após um treinamento, ele havia chegado em casa e não quis atender o celular ao ver o DDD indicando o "021", que a ligação estava vindo do Rio de Janeiro.

"Infelizmente a minha chamada foi por lesão e às vezes isso acontece. Eu estava sábado, após o treino e meu telefone tocou. Apareceu lá 021 e eu pensei que era um engano, nem atendi. Dei para a minha sogra atender. Aí percebi que a voz era do Gilmar e fiquei muito feliz, já imaginei que poderia ser convocado", afirmou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos