Valor de ações do Manchester United despenca após má fase do time

Do UOL, em São Paulo

  • Lee Smith/Reuters

    Contratações erradas, como Di Maria, e falta de títulos trouxeram prejuízos ao United

    Contratações erradas, como Di Maria, e falta de títulos trouxeram prejuízos ao United

O Manchester United vive péssimo momento em campo e está sentindo o gosto amargo desta fase. As ações do time inglês despencaram desde julho de 2014. O preço da ação, que antes custava US$ 19,58 (R$ 72 na cotação do dia), caiu para US$ 13,33 (R$ 49). De acordo com o site Daily Mirror, o valor de mercado do United é R$ 5 bilhões a menos em comparação ao meio do ano passado.

A queda vertiginosa do preço do time de capital aberto ocorreu por dois motivos: falta de títulos e contratações que não surtiram efeito.

O declínio do Manchester United na Bolsa de Valores coincidiu com a chegada de Louis Van Gaal.

O clube inglês gastou fortuna na aquisição de Di Maria por 59,7 milhões de libras (R$ 310 milhões). Mas o argentino teve fraca produção no Manchester, sendo negociado meses depois para o Paris Saint-Germain por 63 milhões de euros (R$ 258 milhões).

Com três títulos na Liga dos Campeões, o Manchester United deixou de ser um time presente nas fases finais do torneio. O time não participou das últimas duas edições da Liga dos Campeões.

"Se o clube não se classificar para a Liga dos Campeões, no próximo ano os investidores terão mais problemas", diz o analista de mercado Laith Khalaf.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos