Brasil e Uruguai fazem duelo dos melhores países do continente pós-Copa

Danilo Lavieri

Do UOL, em Recife (PE)

O encontro entre Brasil e Uruguai não significa só uma luta para fica mais próximo do líder Equador na classificação da Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, mas também representa um tira-teima entre as duas melhores seleções do continente após o Mundial de 2014, disputado no Brasil.

Considerando antes de a rodada começar, a seleção verde e amarelo entra em campo nesta sexta-feira (25), na Arena Pernambuco, como o melhor da América do Sul. O time tem 83,3% de aproveitamento em 20 jogos, com 16 vitórias, dois empates e duas derrotas.

O técnico Dunga comemora os números, diz que já percebeu evoluções em seus comandados, mas sempre faz questão de ressaltar que os jogadores nunca podem achar que já atingiram seu máximo de desempenho.

VEJA TAMBÉM: Duelo de amigos. Neymar leva a melhor sobre Suárez quando assunto é seleção

"Se a gente analisar o primeiro jogo da Eliminatória até o quarto, os resultados e a forma de jogar realmente melhoraram. Mas a seleção brasileira é sempre uma incógnita, especialmente pelo tempo que ficamos distantes. Temos dois dias para treinar por aqui e os técnicos de clube ainda reclamam que precisam de pré-temporada para treinar (risos). Aqui, temos dois dias para colocar o melhor possível para render", afirmou o técnico.

Com sete pontos, a seleção precisa vencer para não ver o Equador, que chegou aos 13 após empatar com o Paraguai, se distanciar na liderança do grupo.

Pela frente, o time com o segundo melhor aproveitamento do continente, o Uruguai. Com 66,7% em 18 jogos, a equipe acumula 11 vitórias, três empates e quatro derrotas. Vice-líder da competição, a equipe Celeste aposta todas as fichas no retorno de Suárez para seguir na boa fase nas Eliminatórias.

Depois de quase dois anos, o atacante volta após cumprir a suspensão por dar uma mordida em Chiellini na Copa do Mundo. Ele admite que os brasileiros são fortes do meio para frente, mas aposta em falhas defensivas para sair vitorioso. Ele fará dupla com Cavani.

"Sabemos que o Brasil é o dono da casa e dos jogadores que têm. Tem pontos muito fortes do meio para frente, mas também tem dificuldades defensivas que trataremos de aproveitar", afirmou o atacante.

FICHA TÉCNICA
BRASIL X URUGUAI

Data: 25 de março de 2016, sexta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE)
Juiz:Néstor Fabián Pitana (Argentina)
Assistente 1: Juan Pablo Belatti (Argentina)
Assistente 2: Ezequiel Darío Brailovsky (Argentina)

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho e Renato Augusto; Willian, Douglas Costa e Neymar
Técnico: Dunga

URUGUAI: Muslera; Fucile, Victorino, Coates, Pereira; Sánchez, Vecino, Arevalo Ríos, Rodríguez; Suárez e Cavani
Técnico: Oscar Tabarez

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos