Antigo ponto forte de Dunga, defesa tem falhas seguidas e estremece seleção

Danilo Lavieri

Do UOL, em Recife (PE)

  • AFP PHOTO / VANDERLEI ALMEIDA

    David Luiz e Suárez disputam bola no jogo entre Brasil e Uruguai

    David Luiz e Suárez disputam bola no jogo entre Brasil e Uruguai

Dunga não pode mais confiar na sua defesa como antigamente confiava. Nos últimos nove jogos oficiais da seleção brasileira, em apenas uma ocasião a defesa não foi vazada: na vitória por 3 a 0 contra o Peru. Foram gols sofridos contra Venezuela (duas vezes em dois jogos), Peru, Colômbia, Paraguai, Chile (dois gols), Argentina e Uruguai. 

O sinal de alerta foi ligado no empate por 2 a 2 contra o Uruguai, na última sexta-feira, quando David Luiz falhou nos dois gols sofridos, com a "colaboração" de Filipe Luís em um. O zagueiro poderia ser ainda responsável pela virada uruguaia ao tentar recuar a bola Alisson usando a cabeça. Suárez interceptou, mas parou nos pés do arqueiro do Internacional. 

Até Dunga admite que viu erros inadmissíveis com os atletas que tem à disposição. "O Suárez é um jogador que vai muito no corpo. Isso dificulta a marcação. Ele vai muitas vezes antes no corpo do que na bola. Mas tivemos mesmo algumas situações que não são normais pela experiência dos nossos jogadores. Mas não adianta reclamar porque o Suárez vai sempre no corpo, às vezes, antes do que na bola. O juiz deixava... Então acho que o time poderia ter sido mais viril", analisou o treinador.

O treinador já fez alguns testes no setor e enfrentou problemas com vários deles. A começar por Jefferson, que deu entrevistas que desagradaram o treinador e foi esquecido das listas. Thiago Silva enfrentou a mesma situação ao reclamar publicamente e nunca mais foi lembrado. O próximo que pode passar pelo problema pode ser Marcelo, que reclamou de não ser convocado. O treinador diz que o lateral ficou fora por problemas de lesão. 

No meio disso tudo, Miranda tem sido nome constante e líder das convocações de Dunga. A situação da defesa é tão crítica que até ele admite que teve uma noite infeliz na Arena Pernambuco.

"Seleção brasileira é um todo, hoje tanto eu como o David não estivemos bem. Temos que fazer autocrítica. A nossa defesa nossa é sólida, mas hoje não estava em uma noite feliz", afirmou. 

Entre os cinco primeiros que fazem parte do grupo de classificação para o Mundial (a Argentina, o 5º, passaria pela repescagem), o Brasil é o que tem a pior defesa, com seis gols sofridos.

Diante do Paraguai, Dunga precisará mexer novamente no setor. David Luiz está, assim como foi contra o Peru, suspenso. Marquinhos e Gil são os candidatos a ocupar o espaço do atleta do PSG. O time treina por mais três dias em Porto Alegre até jogar na terça-feira (29). 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos