Sentir falta de Neymar? Brasil vê vitória contra no Paraguai como obrigação

Danilo Lavieri

Do UOL, em Recife (PE)

  • PAULO WHITAKER/REUTERS

Não importa se a seleção não vai contar com Neymar ou David Luiz. O Brasil tem a obrigação de vencer o Paraguai na próxima terça-feira (29), em plena Assunção, pela 6ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. 

É esse o resumo da fala dos jogadores após o empate por 2 a 2 entre Brasil e Uruguai, na última sexta-feira, na Arena Pernambuco. O time chegou a abrir 2 a 0, mas não soube segurar o resultado e cedeu o empate, correndo o risco, ainda, de sofrer a virada nos lances finais.

E olha que os paraguaios foram responsáveis pela última eliminação verde e amarela na Copa América de 2015.

"O Neymar faz falta em qualquer time do mundo, mas a gente já jogou sem ele e precisaremos jogar bem, mostrar que é seleção brasileira. Precisamos ganhar", analisou Willian.

Renato Augusto, autor de um dos gols e com uma boa apresentação no primeiro tempo, também seguiu a mesma linha e exibe a conta matemática que considera necessária para a classificação à Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

"Nas Eliminatórias, a cada seis pontos você tem que fazer quatro pelo menos.. Agora, temos que buscar os pontos perdidos no Paraguai e temos uma grande equipe para conseguir vencer lá. A ideia é vencer no Paraguai, não dá para pensar em outra coisa. A gente sabe a dificuldade que é jogar lá, mas é a chance que temos de recuperar os pontos perdidos em casa", afirmou.

Luiz Gustavo seguiu discurso parecido com o de Dunga e disse que a seleção precisará ter virilidade para poder atuar fora de casa e conseguir a vitória contra os donos da casa.

"Mais um jogo difícil. Um jogo onde vamos ter desfalques, quem entrar terá que estar preparado. Teremos que estar ciente das dificuldades e ir para guerra. Provaram hoje que Eliminatórias é isso: raça, briga, e temos que combater da mesma forma", analisou.

Miranda falou o mesmo: "Tem que sentar e analisar friamente, ver principais defeitos, equipe muito distante um do outro, acho que isso prejudicou um pouco, agora é trabalhar e procurar vitória no Paraguai. Jogar como se fosse uma final, um pouco mais de garra, organização, vontade e buscar os três pontos". 

O Brasil viaja nesta madrugada para Porto Alegre e treina pelos próximos três dias, antes de viajar para Assunção, na segunda-feira, véspera do duelo contra o Paraguai.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos