Dirigente preso com Marin admite ter recebido suborno na Fifa

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Jackson/Reuters

    Rafael Callejas sai de tribunal em Nova York

    Rafael Callejas sai de tribunal em Nova York

Rafael Callejas, ex-presidente de Honduras e da Federação Hondurenha de Futebol, se declarou culpado nesta segunda-feira (28) das acusações feitas a ele no escândalo de corrupção da Fifa. Segundo a AFP, o ex-dirigente de 72 anos admitiu as acusações de receber subornos entre março de 2011 e janeiro de 2013 em um tribunal nova-iorquino.

Na Fifa, Callejas fez parte do Comitê de Marketing e Televisão, órgão responsável por esboçar e implementar os contratos entre a federação e os parceiros de marketing e televisão e analisar estratégias para ambas as áreas.

Enquanto atuou no comitê, ele recebeu US$ 1,6 milhão, motivo das acusações de fraude, extorsão e lavagem de dinheiro colocadas contra o ex-dirigente, detido junto a José Maria Marin em novembro de 2015. Sua punição deve ser anunciada em agosto deste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos