Fundo do poço? Vexame faz Palmeiras ter pior início de temporada em 30 anos

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Elenco numeroso, novas contratações no começo do ano e mudança de técnico. Nem mesmo a combinação faz o Palmeiras reagir.  Pior: a derrota do Palmeiras por 4 a 1 para o Água Santa neste domingo explodiu de vez a crise no clube e fez o time ter o pior início de temporada em 30 anos.

Os resultados obtidos nos primeiros 16 jogos oficiais deste ano são superiores apenas aos registrados nos primeiros meses de 1985, quando o clube amargava um jejum de quase nove anos sem títulos. Nas 30 temporadas seguintes, o Palmeiras sempre apresentou campanha melhor.

No começo de 1985, o time venceu apenas três jogos, com seis empates e sete derrotas. Como esse ano, também houve troca de técnico: Fedato deu lugar a Mário Travaglini. Naquela ocasião, todos os jogos eram válidos pelo Campeonato Brasileiro. Com os maus resultados, a equipe acabou eliminada na primeira fase.

Na atual temporada, o Palmeiras conseguiu cinco triunfos, com quatro empates e sete derrotas, em partidas da Libertadores e do Paulistão. Na competição continental, o clube paulista ocupa a terceira colocação do Grupo 2. No estadual, o time é o último colocado da chave, atrás de São Bernardo, Ponte Preta, Novorizontino e Ituano.

Antes da partida deste domingo, a campanha alviverde era igual à de 2001 (19 pontos em 15 partidas oficiais) e pouco inferior à de 1992 (18 pontos no mesmo período). Com a derrota em Presidente Prudente, o atual Palmeiras bateu o recorde negativo de três décadas.

Cuca faz apelo ao torcedor e torce por fundo do poço

Cesar Greco/Ag Palmeiras

Cuca fez um pedido ao fim de mais um vexame do Palmeiras na temporada 2016. O treinador disse que espera que a equipe tenha chegado ao "fundo do poço", pois, segundo ele, é impossível ficar em situação pior. Ele ainda assumiu mais uma vez a responsabilidade pela derrota e fez um apelo ao torcedor.

"(A situação) vai exigir muita compreensão de todas as partes para entender esse momento horrível que estamos passando e poder tirar disso uma saída. Tomara que tenha chegado no fundo do poço, porque de lá você não passa", disse o treinador, que comandou quatro jogos em dez dias.

Discurso parecido teve o goleiro Fernando Prass, um dos líderes do elenco. Para ele, os jogadores necessitam de uma reação imediata. "Precisa ter mudança de disposição e qualidade, senão vamos afundar cada vez mais", afirmou.

Piores temporadas do Palmeiras a partir de 1985

Cesar Greco/Ag Palmeiras

1985: 3v/6e/7d
2016: 5v/4e/7d
1992: 6v/3e/7d
2001: 6v/4e/6d
2005: 7v/4e/5d
1986: 7v/5e/4d
1988: 7v/5e/4d
2013: 7v/6e/3d
1991: 7v/6e/3d
1987: 7v/7e/2d
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos