Infantino vê "problemas" na CBF e promete reformas na Conmebol

Do UOL, em São Paulo

  • FABRICE COFFRINI

    Novo presidente da Fifa falou sobre reformas no futebol sul-americano

    Novo presidente da Fifa falou sobre reformas no futebol sul-americano

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, falou nesta segunda-feira, na sede da Conmebol no Paraguai, sobre a falta de transparência na gestão de federações de futebol. O dirigente citou "problemas" na CBF e disse que enviará uma equipe para fazer "reformas" na confederação sul-americana.

"A CBF é uma confederação que teve problemas, mas que está tentando deixar a entidade mais transparente. Quando se fala de futebol, se fala de Brasil, e estou aqui para ajudar", disse Infantino, quando questionado sobre a situação brasileira.

"Com a Conmebol, vamos trabalhar em todos os aspectos que sejam necessários. É preciso que as reformas que se aplicaram na Fifa sejam aplicadas também na Conmebol, e vamos enviar pessoas para esse fim", continuou.

Com a Fifa mergulhada em escândalos de corrupção e vários dirigentes presos ou investigados, Infantino se elegeu presidente há um mês com uma plataforma focada no resgate da credibilidade da entidade.

Entre as reformas prometidas pelo ex-secretário-geral da Uefa, estão a limitação de mandatos, o controle da "ficha limpa" de dirigentes e o aumento da transparência das contas e fluxos financeiros.

"Não podemos mudar o passado, mas podemos influenciar o futuro, e estamos aqui para isso. Vamos tomar todas as medidas necessárias para que as coisas do passado não se repitam no futuro", disse o mandatário, que voltou a anunciar a intenção de investir US$ 1,4 bilhão (cerca de R$ 5,1 bilhões) no desenvolvimento do futebol mundial.

Conmebol estipula prazo

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, falou ao lado de Infantino e disse que as bases para as reformas de transparência na entidade sul-americana serão lançadas na próxima semana.

"Na próxima segunda-feira, dia 4 (de abril), teremos reunião do Comitê Executivo da Conmebol, e se estabelecerão as bases de auditoria e perícia. Estamos sob muita pressão, mas é uma pressão saudável que nós fazemos sobre nós mesmos, de mostrar os resultados das mudanças", disse Domínguez.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos