Wenger minimiza pressão e diz ter certeza que permanecerá no Arsenal

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/Reuters

    Arsene Wenger descartou a possibilidade de deixar o Arsenal nesta temporada

    Arsene Wenger descartou a possibilidade de deixar o Arsenal nesta temporada

O técnico Arsene Wenger não está preocupado com a possibilidade de ser demitido do comando do Arsenal ao final da atual temporada. Mesmo sob forte pressão dos torcedores, que cobram o francês pelos fracassos sofridos nas últimas temporadas, o técnico segue focado em seus objetivos traçados para esta temporada.

A pressão sobre o treinador francês aumento após o Arsenal ficar 11 pontos atrás do Leicester, que lidera o Campeonato Inglês, além das eliminações na Liga dos Campeões e na Copa da Inglaterra, que aconteceram neste mês. Ao ser questionado se tinha alguma dúvida de que estaria à frente dos Gunners na próxima temporada, Wenger foi enfático.

"Eu não tenho nenhuma dúvida, pois eu estou comprometido. Quando eu faço alguma coisa, me dedico 100%. Eu estou sempre comprometido a dar o meu melhor enquanto eu estiver no clube. Eu não me preocupo muito com o resto, com o que as pessoas dizem. Todo o resto são julgamentos, opiniões, e isso está ligado aos últimos resultados, as últimas decepções e alegrias. No meu trabalho é preciso focar no que é importante, que são as performances. Eu estou focado em fazer o melhor para o meu clube. Meu futuro é o meu futuro, eu não o controlo mais do que você", declarou o treinador.

Em meio aos questionamentos sobre o trabalho do francês, o proprietário do Arsenal, Alisher Usmanov, disse que pretende manter Wenger no cargo por mais um ano, período que falta para o término do contrato. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos