Corinthians não teme Lava Jato e mantém vice investigado

Danilo Lavieri e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

  • Luiza Miranda/UOL

    André Negão é investigado

    André Negão é investigado

Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, disse que André Luiz Oliveira, conhecido como André Negão, continuará como vice-presidente do clube. O dirigente é um dos investigados Operação Lava Jato.

"Há uma investigação e você precisa ter calma antes de julgar. Não vamos afastá-lo previamente", disse Roberto de Andrade, presidente do Corinthians. "Quem colocou o Corinthians na lava jato foram vocês. O nome da gente não esta lá. Isso é coisa do pessoal, nem sei do que se trata. Ele (André Negão) vai se defender disso. Eu defendo o Corinthians. Já coloquei o Corinthians à disposição de qualquer um para ouvir sore isso", prosseguiu.

O dirigente também demonstrou tranquilidade sobre a possibilidade de o clube acabar sendo punido, caso seja confirmado o pagamento de propinas durante a construção, por parte da Odebrecht, da Arena Corinthians.

"Não há investigação contra o Corinthians. Há contra um vice, como pessoa física. Não atrapalha em nada (negociação dos naming rights)", completou.

André Negão foi levado pela Polícia Federal para depor na 26ª fase da Operação Lava Jato. Ele é investigado de ter recebido R$ 500 mil de empresas ligadas à Odebrecht para a construção da Arena Corinthians.

A situação do dirigente foi encaminhada pelo Conselho Deliberativo do clube para a Comissão de Ética.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos