Busca por reforços faz Internacional adiar acerto com executivo

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/SC Internacional

    Departamento de futebol é tocado por Marcos Marino (esq) e Carlos Pellegrini (centro)

    Departamento de futebol é tocado por Marcos Marino (esq) e Carlos Pellegrini (centro)

A cadeira segue vaga. O cargo de dirigente remunerado no vestiário do Internacional já completou um mês sem dono e deve seguir assim por mais um tempo. Depois de não conseguir avançar nos nomes que tentou logo após perder Jorge Macedo, que foi para o Fluminense, o clube gaúcho resolveu adiar a definição de seu organograma.

Macedo trocou Porto Alegre pelo Rio de Janeiro em 27 de fevereiro. Em 33 dias, o Inter deixou de lado a busca por um executivo e passou a focar em reforços. O clube pode fechar com até seis novos nomes.

No último mês, o Internacional conversou com Paulo César Tinga e ouviu um não. O ex-volante afirmou que não pretende trabalhar na função agora e, semanas depois, lançou projeto pessoal voltado para jovens.

Iarley, campeão da Libertadores e do Mundial em 2006, foi cogitado. Mas não houve contato. Em dezembro de 2014, o ex-atacante chegou a negociar para assumir como coordenador técnico. No fim, não houve acerto sobre suas atribuições.

Agora, a atual gestão entende que a contratação de um novo dirigente remunerado não é prioridade. O Inter tem negociação em andamento com mais de 10 jogadores para suprir a cota de seis reforços.

Goleiro, zagueiro, dois meias e dois atacantes são as posições buscadas. É possível que três destes reforços seguem somente em junho - quando reabre a janela de transferências internacionais no Brasil (o período atual se encerra em 20 de abril).

Além de pegar os atuais negócios no meio do caminho, o executivo que chegar agora também entrará no vestiário em fase decisiva do estadual. Este argumento é apontado dentro do Beira-Rio como outro fato que não beneficia a contratação de um dirigente no momento.

O atual departamento de futebol do Inter segue composto por Carlos Pellegrini, vice de futebol nomeado pelo presidente Vitorio Piffero em 2015, e o diretor Marcos Marino. Celso Chamun, que também é diretor, está afastado por problemas de saúde.

JOGO PARA FICAR NO G-4

Ao mesmo tempo em que vai ao mercado, o Internacional segue jogando o Gauchão. Nesta quinta-feira (31), o Colorado recebe o Brasil de Pelotas em jogo da 12ª rodada da fase de classificação. A partida serve para o time de Argel embalar, após quebrar série de quatro empates consecutivos.

E também é o caminho para o Inter ficar mais perto de assegurar lugar entre os quatro primeiros do estadual. A classificação influenciará nos mandos de campo e cruzamentos das fases eliminatórias. Rodrigo Dourado e Alex, com lesões, estão desfalque. Alisson, voltando da seleção brasileira, é a dúvida.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X BRASIL DE PELOTAS

Data: 31/03/2016 (quinta-feira)
Local: estádio Beira-Rio
Horário: às 19h30min
Transmissão na TV: PPV
Árbitro: Árbitro: Daniel Nobre Bins
Auxiliares: Antonio Albornoz e Fabrício Bassegio
 

INTERNACIONAL: Alisson (Muriel); William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anderson e Marquinhos; Vitinho e Eduardo Sasha
Técnico: Argel Fucks

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini; Weldinho, Cirilo, Fernando Cardozo e Brock; Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira e Felipe Garcia; Marcos Paraná e Nathan (Ramón)
Técnico: Rogério Zimermann

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos