Clube alemão "escurece" rosto de atletas contra racismo e é criticado

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Foto digitalmente alterada pelo Deinster SV tem o rosto dos atletas escurecido

    Foto digitalmente alterada pelo Deinster SV tem o rosto dos atletas escurecido

Em apoio a dois jogadores sudaneses que sofreram com racismo, o time alemão Deinster SV resolveu publicar uma foto de todos os atletas com os rostos escurecidos. Apesar da boa intenção do clube, a atitude não foi bem vista por muitos torcedores.

"A violência contra os refugiados é patética. Emad e Amar, você são dois de nós como todo mundo e estamos felizes em tê-los conosco", postou o time em solidariedade aos atletas vítimas de racismo.

Segundo os leitores, a própria imagem que condenava o racismo estava sendo preconceituosa. "Eu entendo o gesto, mas eles definitivamente não deveriam ter escurecido os rostos para isso", escreveu um internauta.

O técnico do Deinster SV, Soenke Kreibich, defendeu as intenções do time. "Queríamos deixar claro que Emad e Amar são uma parte inerente de nossa equipe, e não uma minoria que acha que pode usar a violência para liberar a frustração pessoal", disse.

"Isto não tem nada a ver com o racismo, nós só queríamos mostrar solidariedade", destacou um porta-voz do clube alemão à NBC News.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos