Mattos diz que meta é resgatar atletas e reforça: "Não tem nenhum Mittos"

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Alexandre Mattos ganhou notoriedade nos últimos 14 meses por contratar 33 jogadores e ajudar a levar o Palmeiras à conquista da Copa do Brasil. Nas últimas semanas, porém, o diretor de futebol tem recebido críticas da torcida em meio à crise no clube.

Nesta quinta-feira, depois da vitória por 3 a 0 sobre o Rio Claro, Mattos criticou os extremos e falou sobre a possibilidade de trazer mais jogadores para o grupo alviverde. Segundo ele, a maior contratação agora está ligada à recuperação de alguns atletas.

"A maior contratação que o Palmeiras pode fazer no momento é resgatar alguns jogadores que estão um pouco abaixo e assim fazer um caminho mais tranquilo. Precisa resgatar o que tem de bom, resgatar esse grupo que em muitos momentos fez boas partidas", disse o dirigente.

Cesar Greco/Ag Palmeiras
Alexandre mattos apresenta o técnico Cuca no último dia 14

Mattos comentou sobre as cobranças que tem sofrido nos últimos dias e criticou a individualização da crise em seu nome. Para o diretor, elas são naturais depois de quatro derrotas seguidas. 

"Acho que na verdade a torcida quis criticar o projeto e individualizou em um. Eu mesmo xinguei (quando perdeu para o Água Santa). Tenho contrato até o fim do ano, é preciso ter força. O futebol é assim", disse Mattos.

O dirigente também descartou ser uma espécie de salvador da pátria do clube. "Não tem nenhum Mittos, importante dizer isso, não tem nenhum super-herói. Cada um dentro da sua responsabilidade. Assumo a minha, estava sofrendo muito também", frisou.

"O importante hoje era recuperar um pouquinho a confiança, o emocional. As coisas vão clareando até para uma avaliação do que está sendo feito", finalizou o dirigente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos