Chapéu valeu a pena: Dudu alavanca Palmeiras em gols e rixa contra rivais

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras

    Dudu marcou o único gol do clássico disputado neste domingo

    Dudu marcou o único gol do clássico disputado neste domingo

Dudu foi contratado pelo Palmeiras em janeiro de 2015 após uma disputa com Corinthians e São Paulo. Passados 15 meses, o camisa 7 prova em campo que o famoso chapéu nos rivais deu sorte. O meia-atacante cresce nos clássicos, seja com gols ou até mesmo nas provocações.

O desempenho de Dudu ajuda no bom retrospecto do time alviverde nesses jogos. Nesse ano, por exemplo, o Palmeiras venceu Corinthians (1 a 0) e São Paulo (2 a 0), com gols do camisa 7 nos dois jogos. Contra o Santos, o time ficou no empate por 0 a 0.

No ano passado, o Palmeiras disputou 14 clássicos, com seis vitórias, três empates e cinco derrotas, eliminando o Corinthians na semifinal do Paulistão e o Santos na decisão da Copa do Brasil. Dudu, por sua vez, acompanha o time. 

O camisa 7 já marcou 19 gols pelo Palmeiras em 70 partidas -- a média de gols é de 0,27. Nos clássicos, Dudu é muito mais decisivo: são seis gols em apenas 15 partidas (média de 0,40). O meia-atacante disputou 55 jogos contra outros times e fez 13 gols (ou 0,23 por duelo).

Além disso, Dudu está cada vez mais goleador contra os principais rivais. O jogador só marcou pela primeira vez no 9º clássico, no empate por 3 a 3 com o Corinthians. Desde então, ele fez seis gols nos últimos sete jogos (0,86 de média).

Antes de chegar ao Palmeiras, Dudu nunca havia marcado um gol em clássicos no Brasil. No Grêmio, ele enfrentou o Inter quatro vezes. No Coritiba e no Cruzeiro, o meia-atacante não disputou partidas contra os rivais.

Dudu também rouba a cena nas provocações aos rivais. Além de comemorar o gol deste domingo contra o Corinthians com um boné, em alusão ao chapéu, o camisa 7 já se envolveu em uma confusão no clássico com o São Paulo, no Paulistão do ano passado.

Na ocasião, o zagueiro Rafael Toloi acabou expulso de campo após se desentender com o palmeirense e cometer falta. Dudu ainda não deixou de provocar o atacante Ricardo Oliveira após marcar dois gols na final da Copa do Brasil. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos