Presidente da CBF vê seleção mal, mas descarta saída imediata de Dunga

Do UOL, em São Paulo

  • Rafael Ribeiro/CBF

    Antônio Carlos Nunes, presidente da CBF após licença de Marco Polo Del Nero

    Antônio Carlos Nunes, presidente da CBF após licença de Marco Polo Del Nero

Se depender do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Antônio Carlos Nunes, a seleção brasileira não vai trocar de técnico tão cedo. O mandatário afirmou em evento em Natal (RN) que, apesar dos recentes resultados ruins, Dunga está garantido no cargo.

"Tem um trabalho muito grande, e nós temos que viver de resultado. Nós vemos que o Brasil está lutando pela classificação. Não está bem, mas a gente espera que melhore, porque a gente ainda vai ter jogos em casa e fora. Não é possível que o vento fique só contra o Brasil", disse Nunes.

"No momento, o Dunga está à frente da seleção principal. Na Copa América, como consequência desse trabalho, ele também estará", afirmou o presidente, citando a competição que será disputada entre 3 e 26 de junho, nos Estados Unidos.

Com a seleção em sexto lugar nas Eliminatórias para a Copa de 2018, Nunes disse não acreditar que o Brasil fique fora de um Mundial pela primeira vez em sua história. "Eu não temo esse risco. O futebol brasileiro é grande", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos