Presidente do Palmeiras grava vídeo em apoio à torcida única em clássicos

Do UOL, em São Paulo

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, se posicionou sobre a decisão da Secretaria de Segurança Pública do Governo de São Paulo em adotar clássicos com torcida única na capital.

Por meio de um vídeo divulgado pela agremiação alviverde, o mandatário apoiou a medida do governo paulista, mas acredita que isso não extinguirá a violência no futebol.

"Toda e qualquer medida que venha no sentido de coibir a violência ligada ao futebol terá o apoio da Sociedade Esportiva Palmeiras. Porém, não adianta se iludir achando que o simples fato de num clássico com torcida única a violência acabou. Isso porque esses vândalos travestidos de torcedor de futebol podem muito bem se agrupar para promover a selvageria, como aconteceu no domingo passado, mesmo não podendo ir ao estádio", disse Paulo Nobre.

"É muito importante que o Estado seja municiado de recursos para efetiva coerção dessa violência. É muito importante leis mais duras, processos mais sérios para que esses bandidos tenham a certeza da punibilidade. Só quando se individualizar as penas e realmente punir aqueles que de fato sujam e denigram a imagem do futebol é que as coisas vão começar a mudar", acrescentou o presidente no vídeo.

Até dezembro de 2016 os clássicos realizados na cidade de São Paulo terão torcida única. A decisão do Governo de SP foi tomada após reunião entre a Federação Paulista, a Promotoria do Estado e da Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo e é resposta à onda de violência, que deixou um morto, entre torcidas do Palmeiras e do Corinthians, antes da disputa do clássico neste domingo (03).

A medida foi anunciada na noite desta segunda (04) e vale para todas as competições a partir do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos