Durval processa Santos, que faz "contraproposta" em 1ª audiência

Dassler Marques e Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/Flickr

    Durval pede R$ 700 mil na Justiça, enquanto Santos pretende pagar R$ 300 mil pacelados

    Durval pede R$ 700 mil na Justiça, enquanto Santos pretende pagar R$ 300 mil pacelados

O zagueiro Durval e o Santos estão em batalha judicial. Nesta quarta-feira, os dois lados compareceram em audiência na Vara do Trabalho, em Santos-SP, para discutir os valores. O UOL Esporte apurou que o campeão da Copa Libertadores de 2011 pelo clube cobra R$ 700 mil, enquanto os advogados santistas ofereceram um acordo de R$ 300 mil, que seriam pagos em dez parcelas.

Durval acusa o Santos de não ter pago o seu último salário no clube, em novembro de 2013. Além disso, o zagueiro alega que a diretoria santista ignorou valores recebidos por gratificações e jamais considerou o valor médio das gratificações para calcular férias, 13º salário e descanso semanal remunerado.

O valor calculado pelos advogados de Durval chega a R$ 700 mil, pois ele almeja que o Santos pague uma multa de 50% do valor devido, além das despesas de honorários advocatícios.

Durval assinou contrato com o Santos no dia 1º de dezembro de 2009. Ele recebeu R$ 40 mil mensais no primeiro ano de contrato. No segundo ano, quando foi campeão da Libertadores, o zagueiro teve o salário dobrado e passou a ganhar R$ 80 mil mensais.

O contrato de Durval também previa no terceiro ano que ele recebesse um reajuste caso disputasse 85% dos jogos. Assim, o zagueiro passou a ganhar R$ 92 mil. O defensor ainda recebeu premiações de R$ 183 mil e R$ 65 mil no período em que esteve vinculado ao Santos. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos