Kelvin já supera marca pelo Palmeiras no SP e ganha respaldo da torcida

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

Depois do argentino Ricardo Centurión, o técnico Edgardo Bauza já testou Daniel, Rogério, Wesley, Carlinhos e até Thiago Mendes como pontas do time titular do São Paulo. Parece ter encontrado a solução, agora, com o ex-palmeirense Kelvin. Autor de dois gols nos últimos três jogos, ele já supera a própria marca pelo clube rival em 2015.

Kelvin marcou nos acréscimos o gol que deu o empate ao São Paulo contra o Linense no último dia 30 de março. No jogo seguinte, contra o Oeste, no último sábado, entrou bem na partida, contribuiu para a virada são-paulina e deixou o Morumbi elogiado por Bauza. "Conseguimos romper a linha defensiva com a entrada do Kelvin", disse o técnico argentino, após o jogo.

Na ocasião, Bauza também afirmou que Kelvin não tinha condição física de jogar 90 minutos e indicou que a titularidade ainda não viria, apesar das boas atuações. A chance de começar jogando, no entanto, apareceu na sequência, contra o Trujillanos. O gol marcado – segundo em sete partidas, sendo apenas uma como titular – fez com que Kelvin superasse a temporada no Palmeiras: em 2015 foram 23 jogos e apenas um gol.

Kelvin não aguentou os 90 minutos contra o Trujillanos e deixou o campo no meio do segundo tempo. Aplaudido pela grande maioria dos presentes no Morumbi, ele parou e saudou a torcida ao deixar o gramado. "Não só eu, mas todo o grupo ficou contente com o apoio dos torcedores. Juntos, jogadores e torcida mostraram que podem conquistar coisas boas este ano. Estou muito feliz com todo este carinho, e espero retribuir cada vez mais", falou, mais tarde, ao site do clube.

Kelvin ainda relatou cobrança do próprio para que seja ainda mais efetivo nos últimos 30 metros do campo. Nos dias que antecederam a partida Edgardo Bauza cobrou evolução do time para jogar com mais profundidade no último terço de campo.

"Estou evoluindo nisso, e sou cobrado todos os dias em casa pelo meu pai (risos). Meus amigos e vizinhos também me cobram bastante. Eles, assim como o treinador, querem que eu entre mais na área, porque geralmente atuo mais aberto pelas beiradas. Então, é bom saber dosar isso, porque aí posso aproveitar as oportunidades na frente", falou o atacante.

Kelvin está emprestado pelo Porto, de Portugal, ao São Paulo até o fim do ano. A negociação com o atacante surgiu depois de o clube português ter feito proposta pelo lateral esquerdo Inácio, 20, que se destacou nas conquistas do time sub-20 do clube em 2015 e principalmente na Copa Libertadores da categoria, neste início de 2016. O lateral não saiu, mas o São Paulo abriu contato com os portugueses para contratar Kelvin e o zagueiro Maicon por empréstimo.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos