Zagueiro do Santos mira meta histórica; concorrência e timidez são entraves

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • CÉLIO MESSIAS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Gustavo Henrique pretende terminar a temporada com 12 gols marcados

    Gustavo Henrique pretende terminar a temporada com 12 gols marcados

O zagueiro santista Gustavo Henrique, titular com maior número de partidas na atual temporada -  14, ao lado do goleiro Vanderlei -, tem uma meta histórica traçada: alcançar a marca de 12 gols em 2016 e se aproximar dos principais zagueiros artilheiros do clube.

Revelado na safra de 2002, Alex é o líder no quesito, marcou 20 vezes em 103 partidas pelo Santos, enquanto Dracena fez 17 em 229 jogos.

Gustavo já anotou dois neste início de ano, mas tem apenas cinco gols em 90 jogos desde que subiu efetivamente para os profissionais, em 2013. Além disso, precisará superar dificuldades para atingir a meta estipulada, a começar pela concorrência.

Hoje titular ao lado de Lucas Veríssimo, tem a sombra pelo retorno de David Braz, recuperado de lesão e que foi titular pela primeira vez na vitória por 5 a 3 diante do Capivariano, no último domingo.

Braz é um dos líderes do atual elenco e foi homem de confiança dos últimos treinadores do Santos, Oswaldo de Oliveira e Enderson Moreira.

Além dele, há o próprio companheiro, Lucas Veríssimo, que ganhou espaço no início do ano, após subir do Santos B, e Luiz Felipe, único investimento financeiro da diretoria na temporada.

O clube ainda pode anunciar em breve a contratação de Renan Montanha, jovem revelação do ABC-RN, e já contratou o argentino Fábian Noguera, do Banfield, da Argentina. 

A timidez é outro ponto negativo para a meta estipulada. Gustavo era o batedor oficial de faltas e pênaltis na base, exercendo a função até mesmo na equipe campeã da Copa São Paulo de 2013. No profissional, jamais se aventurou a um pênalti e cobrou raras faltas.

Alex, por exemplo, teve como seu ponto forte justamente os gols nas cobranças de faltas de longa distância.  Gustavo tem treinado incessantemente trabalhos com bolas cruzadas na área, que já rendeu frutos pelos dois gols que marcou no ano, ambos dessa forma.

O camisa 6, portanto, não terá missão fácil. Caso consiga cumprir o planejado, deve convencer Dorival e, por tabela, conquistar uma sonhada vaga para disputar a Olimpíada-2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos