Ex-melhor do mundo no futebol feminino se diz "envergonhada" após prisão

Do UOL, em São Paulo

  • Christian Hartmann/Reuters

Ex-atacante da seleção norte-americana de futebol feminino, Abby Wambach, de 35 anos, foi presa por dirigir alcoolizada no último domingo, em Portland. Neste sábado, em uma conferência em uma universidade de Georgetown, em Washington, ela se disse "constrangida e envergonhada" após o incidente.

Vencedora da Bola de Ouro da FIFA em 2012 e medalhista de ouro em duas edições de Jogos Olímpicos, Wambach assumiu a responsabilidade por sua ações, ressaltando que suas conquistas no esporte não a colocam acima de ninguém.

"Como qualquer ser humano, você comete erros. E o importante é como você lida com isso nos momentos que sucedem o seu erro. É aí que você mostra quem é", afirmou.

Wambach propôs que as mulheres, sobretudo as jovens, aprendam com seu erro e afirmou que encara o episódio como um "momento de aprendizado".

"Tudo o que fazemos tem um impacto, um efeito bom ou ruim. Só temos que nos certificar que as coisas boas se sobressaiam", finalizou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos