Aluguel de estádio na Inglaterra gera polêmica por envolver gastos públicos

Do UOL, em São Paulo

  • David Poultney/Reuters

    Olympic Stadium foi reformado para receber os jogos do West Ham

    Olympic Stadium foi reformado para receber os jogos do West Ham

O West Ham, um dos mais tradicionais clubes de futebol da Inglaterra, está no centro de uma polêmica que tem incomodado os ingleses. Segundo informações publicadas por um documentário da BBC, o clube teria acertado o aluguel do estádio Olympic Stadium, mas os custos de manutenção do local seriam pagos pelos contribuintes.

De acordo com o documentário, o estádio tem um custo de manutenção e segurança estimado em 1,4 a 2,5 milhões de libras (R$ 7,1 a 12,6 milhões) por ano, e este valor seria bancado com o dinheiro arrecadado dos contribuintes.

Levando-se em consideração que o West Ham pagará cerca de 2,5 milhões de libras anualmente pelo aluguel do local, o documentário alega que o clube ocupará o estádio de graça, já que os gastos citados acima não serão pagos pelo clube.

Ainda segundo o documentário, gastos envolvendo a contratação de seguranças e policiamento poderiam ser pagos pelo London Legagy Development Corporation, órgão que substituiu o comitê responsável por gerenciar as obras realizadas para as Olimpíadas de Londres, em 2012.

A denúncia traz ainda mais pontos negativos sobre uma negociação que já vinha sendo amplamente questionada pelos ingleses, já que o West Ham havia investido apenas 15 milhões de libras (R$ 76.1 milhões) para adaptar o estádio aos padrões de uma arena de futebol, enquanto os gastos necessários para tal giraram em torno de 272 milhões de libras (R$ 1.38 bilhão).

Chris Bryant, secretário de estado para cultura, mídia e esportes, concedeu entrevista ao documentário da BBC e ressaltou que "o contrato dá ao West Ham o estádio a um custo baixo ou, sendo sincero, a custo nenhum".

Já o vice-presidente do West Ham, David Gold, escreveu no Twitter que as pessoas estão "mal informadas" sobre o contrato ao ser questionado sobre os gastos públicos com segurança e policiamento e que o clube emitiria um comunicado oficial informando que os contribuintes iriam se beneficiar com as vendas realizadas dentro do Olympic Stadium, assim como com qualquer negociação envolvendo os naming rights do estádio.

"Sem nós o estádio iria perder dinheiro. As sugestões de que estamos pegando o estádio sem pagar aluguel são categoricamente erradas – nós estamos mais do que pagando pelo local."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos