Sem medo de craques: após enfrentar R10, Levir pode tirar Fred do Flu

Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Nelson Perez/Fluminense FC

    Levir Culpi mostrou pulso firme em pouco mais de um mês no comando do Fluminense

    Levir Culpi mostrou pulso firme em pouco mais de um mês no comando do Fluminense

Levir Culpi não tem medo de desafios. Aos 61 anos, em 2014, o treinador topou a missão de retornar ao Brasil – após quase uma década no Japão – e comandar o então badalado Atlético-MG de Ronaldinho Gaúcho, que buscava manter o topo do futebol sul-americano após conquistar a Libertadores de 2013. Com um bom trabalho, conquistou a Recopa Sul-Americana e a Copa do Brasil. Mas não foi só isso. O técnico tranquilo aproveitou o período em Belo Horizonte para mostrar uma personalidade forte de quem não se curva às estrelas de seus times.

Foi assim que não temeu Ronaldinho, encarou a estrela do Galo de frente e tirou o camisa 10 do time por entender que o mesmo não se esforçava como os demais em treinos e jogos. "Tive uma briga, sim. Ele não quer pagar o preço de ser um atleta profissional", disse o sincero treinador.

Agora no Fluminense, o ainda mais experiente Levir Culpi se viu diante de outra estrela com status de "dono do time". E novamente não se rendeu. Insatisfeito com o rendimento de Fred – oito jogos sem gols –, o técnico passou a substituir o camisa 9, o tirou da relação do jogo do último domingo e irritou o ídolo tricolor.

Aos poucos, Levir foi mostrando pulso e tirando o comando de Fred, que já não palpitava mais como antes e ainda teve uma rusga com o técnico no vestiário – jogo contra o Madureira – ao tentar cobrar jogadores mais jovens.

O treinador também sem incomodava com os seguidos desfalques em treinos e regalias. Para Levir, Fred não iria ficar jogando se não treinasse com os demais companheiros. 

"É incrível porque as pessoas passam a liderança para um cara que não tem que assumir a liderança do clube. Ele [Fred] tem que assumir a liderança do time, um líder natural. Não acho que ele tenha que ter esse peso que dão a ele. Não pode comandar o clube, a não ser que pare de jogar e assuma o comando. Ai fica tranquilo, ele manda e dá as cartas", disse Levir, mostrando mais uma vez toda sua personalidade durante entrevista à TV Record.

"É simples: se o jogador não está satisfeito, tem que sair. Mas algumas coisas precisam ficar claras. O técnico nunca vai ser mais importante que o clube. Muito menos o jogador. Não existe jogador ou técnico maior que um clube. Jogador joga, técnico treina, dirigente dirige e o presidente manda em tudo. É difícil entender isso? Há algo de errado nisso?", completou, antes do jogo do último domingo.

Em reunião no último sábado, Fred não aguentou e chegou a dizer para a diretoria "ou ele, ou eu" ao comentar a insatisfação com Levir Culpi e informar que não jogaria mais sob o comando do técnico. O ultimato do ídolo tricolor, no entanto, não ameaça o treinador.

Em alta com diretoria, elenco e torcida, Levir não será demitido. Mesmo sem uma definição do caso, o presidente Peter Siemsen chegou a comentar internamente que a saída de Fred poderia ser uma opção viável. O mandatário agora estudaria emprestar o atleta a outro clube brasileiro ou rescindir o contrato – até o final de 2018 – e receber uma verba por isso.

Após a vitória sobre o Volta Redonda, porém, Fred pensou em recuar na briga e Levir também baixou o tom. Ambos agora já cogitam um diálogo por entendimento. Mas o treinador foi claro: "Ele precisa me procurar".

Em nove jogos à frente do Flu, Levir soma seis vitórias e três empates. Mesmo período do jejum de Fred. Não bastasse a invencibilidade que levou o time à final da Primeira Liga e à liderança do Campeonato Carioca, o técnico ainda resolveu o problema da criticada defesa - sofreu apenas quatro gols sob seu comando.

Inicialmente, a ideia é que nenhuma decisão sobre o futuro de Fred seja oficializada até terça-feira. Até lá, o atacante está liberado das atividades com o elenco. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos