SP tenta reduzir salário de Fred e pode aplicar segundo chapéu no Galo

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

A diretoria do São Paulo manifestou interesse pela contratação de Fred ao Fluminense, por meio de um intermediário, e agora estuda como poderá arcar com a compensação ao clube carioca e principalmente como irá compor o salário do atacante, que recebe atualmente cerca de R$ 800 mil. Caso consiga ultrapassar o Atlético-MG, que já esperava acertar com Fred nesta quarta-feira, o São Paulo poderá aplicar o segundo chapéu do ano nos mineiros depois da contratação de Jonathan Calleri.

A informação do interesse do São Paulo por Fred foi publicada pela Fox e confirmada ao UOL Esporte por membros da diretoria são-paulina, que tratam a questão internamente antes da partida decisiva pela Copa Libertadores contra o River Plate, às 21h45 desta quarta-feira.

O São Paulo já afirma que a negociação se faz impossível caso Fred não aceite reduzir o patamar salarial. O clube do Morumbi paga perto de R$ 400 mil aos atletas que hoje estão no teto salarial e não vê margem financeira para fugir disso no caso de Fred. Com o Fluminense a negociação poderá acontecer com compensação financeira e, caso a hipótese apareça, em forma de troca. O São Paulo, porém, entende que um jogador de 32 anos como Fred não tem valor alto de mercado.

O interesse por Fred parte de um pedido do técnico Edgardo Bauza, que quer reforços de peso e está preocupado com a saída de Calleri no meio do ano - argentino está emprestado até 30 de junho, apenas. Com a saída de Kieza depois de apenas dois meses no clube, o São Paulo contará com apenas Alan Kardec como homem de referência no ataque para o segundo semestre. "O Bauza pede reforços de 'jerarquia'e estamos tentando atender o pedido", disse um dirigente são-paulino, nesta quarta-feira.

No início do ano, o Atlético-MG já tinha negociação avançada com o Deportivo Maldonado, clube do Uruguai que tirou Calleri do Boca Juniors por meio de investidores e pretendia emprestá-lo até o meio do ano, quando o São Paulo entrou na jogada. A interferência pessoal do compatriota Edgardo Bauza fez com que Calleri desistisse do Galo para jogar no Morumbi. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos