Apelo da avó fez corintiano abortar plano de cobrir corpo com tatuagens

Dassler Marques e Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

Aos 16 anos, em Belém, Giovanni Augusto fez a primeira tatuagem da vida. Uma década e 15 tatoos depois, o meia do Corinthians resolveu parar. O corpo já estava completamente coberto, mas foi a avó, Dona Deusa, quem interveio. 

"No fim de ano, quando fui lá nas férias (no Pará), ela conversou comigo, Nós somos de uma família evangélica e ela disse que eu estava irreconhecível. Realmente, senti que estava na hora de parar um pouco. Já estava demais. Pensei 'vou fazer isso para dar essa alegria a ela'", explica Giovanni Augusto ao UOL Esporte.

Contratado pelo Corinthians por R$ 15 milhões em troca de 60% de seus direitos econômicos, Giovanni, com suas tatuagens, virou um dos pilares da equipe dirigida por Tite. O principal reforço da temporada é peça intocável no lado direito do meio-campo, onde combina boa qualidade técnica, força física acima da média e personalidade para os duelos um contra um. Uma das inspirações dele vem dos desenhos pelo corpo. 

Arquivo Pessoal
Giovanni Augusto e a avó Deusa: fim das tatuagens

"No braço, tenho a foto do meu filho, o rosto dele. No pescoço, um diamante com o nome dele (Vittório). Também no pescoço, um relógio com a hora e a data do meu nascimento. Tenho também a palavra lealdade em inglês (loyalty). Uma frase na barriga com uma cruz que diz 'uns acreditam em sorte, e eu acredito em Deus. No braço tenho uma tatuagem indígena, maori, que achei bonito a forma de se fazer. Também tenho a palavra 'blessed' (abençoado)", enumera sobre suas tatuagens.

A primeira de todas elas, porém, foi feita no braço direito, há uma década. "É a frase em japonês 'eu amo minha família'", diz o jogador, que tem na proximidade com seus parentes uma marca muito forte. 

Ao UOL, a mulher de Giovanni Augusto, Izabella, conta que o meia corintiano foi um dos responsáveis pelas tatuagens dela também - a esposa do corintiano faz sucesso na web

"Realmente isso se torna um vicio. Por mais que as minhas sejam discretas, e tenho receio de talvez fazer algo por impulso, estou sempre pesquisando, e Giovanni me ajuda nas escolhas. E por ele, eu poderia ter mais algumas", contou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos