Liverpool consegue improvável virada e Klopp elimina ex-time na Liga Europa

Do UOL, em São Paulo

  • Jon Super/AP Photo

Parecia que não ia dar, mas o Liverpool contou com a ajuda de sua torcida para conseguir uma improvável virada sobre o Borussia Dortmund, nesta quinta-feira (14), pela Liga Europa. Depois de ficar com 2 a 0 atrás no placar, o clube inglês balançou as redes quatro vezes e venceu por 4 a 3. O resultado classifica o time para a semifinal da Liga Europa.

Aubameyang, Mkhitaryan e Marco Reus marcaram para o clube alemão. Origi, Philippe Coutinho, Sakho e Lovren fizeram os tentos do time inglês.

O duelo eliminatório foi o primeiro envolvendo as duas equipes desde que o técnico Jurgen Klopp deixou o Borussia Dortmund após sete anos. Pelo menos dessa vez, o ex-treinador e eterno ídolo levou a melhor sobre sua ex-equipe.

Agora, o Liverpool espera até sexta-feira (15) para saber quem será seu adversário na semifinal da Liga Europa. O sorteio da próxima fase será realizado em Nyon, na Suíça. O clube inglês conquistou o torneio em três oportunidades. 

LOVREN É O NOME DO HERÓI

Jon Super/AP Photo

Em um jogo épico, o herói sempre é improvável. E o dessa vez atende pelo nome de Lovren. Depois de jogada pela esquerda de Milner, o zagueiro subiu mais que toda a defesa do Borussia Dortmund para cabecear e colocar o Liverpool na próxima fase. Apesar da classificação, o coração do técnico Jurgen Klopp não o deixou comemorar. O ar de seriedade e os braços cruzados permaneceram enquanto sua nova equipe vibrava loucamente.

O zagueiro chegou na temporada passada ao Liverpool e ainda não tinha conseguido cair nas graças da torcida. A sucessão de erros fazia com que os torcedores constantemente pegassem no pé do croata. Agora, o antes alvo de críticas sai de campo ovacionado pelos fanáticos torcedores do Liverpool.

VANTAGEM INGLESA DURA QUATRO MINUTOS

Jon Super/AP

Depois do empate em 1 a 1 na primeira partida, o Liverpool entrou em campo podendo se classificar com o 0 a 0. A possibilidade, no entanto, foi embora em apenas quatro minutos. Foi nesse momento em que Coutinho errou o passe e permitiu o contra-ataque do Dortmund. Castro cruzou para a área, Aubameyang finalizou e Mignolet fez ótima defesa. No rebote, Mkhitaryan colocou os alemães na frente do marcador.

AUBAMEYANG NÃO PERDOA OS ERROS DO LIVERPOOL

Clive Brunskill/Getty Images

A saída de bola foi o calcanhar de Aquiles do Liverpool na primeira etapa. Com muitos erros, o time inglês a todo o instante deixava o Dortmund na cara do gol. Foi dessa maneira que saiu o segundo gol alemão na partida. Firmino perdeu a bola e Reus puxou contra-ataque. O alemão passou por dois marcadores e deu ótima assistência para Aubameyang encher o pé e balançar as redes de Mignolet.

"Essa saída do Liverpool não está legal, e aí tem pouco campo para o Dortmund roubar a bola e chegar ao gol do Liverpool", analisou o narrador Gustavo Villani, durante a transmissão do "FOX Sports".

PARECIA QUE ESTAVA ACABADO... SÓ PARECIA

Clive Brunskill/Getty Images

Precisando fazer três gols para se classificar, o Liverpool voltou com tudo para o segundo tempo. Logo aos três minutos, Origi balançou as redes e deu indícios de que o clube inglês estaria de volta ao duelo. Mas o gol parecia que não passaria disso: um indício. Apenas oito minutos mais tarde, Hummels avançou com a bola e deu lindo passe para Reus, que bateu para deslocar Mignolet e aumentar a vantagem do Dortmund na partida.

A enorme desvantagem parecia que tiraria qualquer chance do Liverpool no decorrer da partida. Mas foi aí que Philippe Coutinho acertou a primeira na partida. Após ótima tabela com Milner, o brasileiro chutou firme para fazer o segundo do Liverpool. A partir daí, a pressão do clube inglês foi enorme. E aos 32 minutos veio a recompensa: após escanteio cobrado, Sakho apareceu livre para empatar a partida.

PEDIDO DE JUSTIÇA APÓS 27 ANOS

Carl Recine/REUTERS

Antes de a bola rolar, um minuto de silêncio tomou conta do Anfield. Times e torcidas respeitam um minuto de silêncio pelas vítimas de Hillsborough. Nas arquibancadas, faixas e mosaicos pediam justiça aos 96 mortos durante a partida entre Liverpool e  Nottingham Forest, pela Copa da Inglaterra, em 15 de abril de 1989.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos