Corinthians treina com reservas para Libertadores. Rildo se machuca e chora

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

    Rildo deixou o treino do Corinthians chorando após levar entrada de Edilson

    Rildo deixou o treino do Corinthians chorando após levar entrada de Edilson

O Corinthians deve encarar o Cobresal, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores, com os reservas. Foi o que indicou Tite durante o treinamento desta terça-feira (19), véspera do encontro marcado para 21h45, em Itaquera. Com 10 pontos, a equipe paulista já tem vaga garantida no mata-mata. 

A formação de linha testada no CT Parque Ecológico, de acordo com o Lance!, teve Edilson, Vilson, Balbuena e Arana; Willians; Romero, Maycon, Rodriguinho e Marlone; Luciano.

Apesar de já ter vaga assegurada, o time ainda pode brigar para melhorar a sua pontuação e terminar melhor classificada em relação aos times dos outros grupos. Tite, no entanto, prefere poupar seus titulares para encarar o Audax, pela semifinal do Paulista, no sábado. Na semana passada, após a vitória em cima do Red Bull Brasil, o comandante chegou a declarar que não colocaria os reservas para jogar. 

"Nós temos um jogo decisivo amanhã e sábado. As campanhas que a gente faz é com grupo de 24, 25 atletas. Essa não é só a ideia do técnico, é do presidente e do comando de futebol. É uma equipe que inicia e que não deve ser a mesma que vai iniciar no sábado", disse ele em entrevista coletiva desta terça, para lembrar um episódio quando precisou poupar jogadores na mesma ocasião.

"No ano passado, tive que poupar jogadores contra o Palmeiras e vi o Oswaldo falando 'eu sabia'. O que ele sabia? Que um time cansado pode cair nos minutos finais". 

"Nós temos a classificação assegurada, mas não temos o primeiro lugar. Vamos buscar isso na quarta e a vaga no sábado também. São dois jogos em menos de 72 horas", afirmou, para depois admitir que prefere não encarar brasileiros. "Minha opinião: não gostaria de pegar times brasileiros. Queria enfrentamento de outros países, pela tradição, pela qualidade que tem Grêmio, São Paulo e Atlético-MG. Deixa isso para depois, na semifinal". 

A notícia triste desta terça-feira ficou por conta de Rildo. Após uma entrada de Edilson, o atacante caiu no gramado e não parou de gritar. Depois, deixou o campo no carro motorizado, aos prantos.

Rildo está sem jogar desde setembro do ano passado, quando enfrentou o Joinville e sofreu uma lesão no ombro, que precisou de cirurgia. Ele estava fora da lista de inscritos do Paulistão e entrou no lugar de Claudinho para a fase de mata-mata.

"O trabalho a gente coloca a intensidade. Eu sempre peço para as pessoas entenderem ser intenso é ser leal e competitivo. E foi o caso. Mas é inevitável que aconteça. Lamentamos que seja com o Rildo novamente, mas é acidente, circunstancial. Sinto ainda mais por ser o Rildo, mas há a expectativa de poder contar com ele logo". 

Por outro lado, Marquinhos Gabriel, recém-contratado, já pôde fazer seu primeiro treino com a camisa do Corinthians. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos