Samsung e Tag Heuer fecham patrocínio para Copa América

Eben Novy-Williams

Bloomberg

A Samsung Electronics, a Tag Heuer e a Makita assinaram contratos para patrocinar, em junho, a Copa América Centenário, torneio de futebol que quase foi cancelado após um escândalo generalizado de subornos e corrupção que abalou o futebol internacional.

A Soccer United Marketing, uma unidade da Major League Soccer, intermediou os patrocínios atuais. Juntamente com a WME/IMG, a SUM ganhou os direitos de fechar o marketing do torneio depois que a Justiça dos EUA alegou que a empresa original pagou mais de US$ 100 milhões em propinas aos organizadores da edição Centenário.

A SUM e a WME/IMG garantiram aos organizadores do torneio um mínimo de US$ 20 milhões pelos direitos restantes de TV e patrocínio, segundo uma pessoa familiarizada com o negócio. Embora não divulgue os números financeiros, o grupo disse que está quase encerrando o recrutamento de patrocinadores. "Nós esperamos fechar as últimas posições de parceria oficial nos próximos dias", disse o vice-presidente da SUM, Carter Ladd, por e-mail.

A Makita se unirá à fabricante de relógios suíça Tag Heuer e ao conglomerado coreano Samsung. A fabricante de eletrônicos patrocina a MLS desde 2004 e também a seleção nacional do México. A Tag Heuer, uma unidade da LVMH, vem trabalhando sua imagem entre os fãs de futebol e neste ano se tornou patrocinadora da MLS e da Federação de Futebol dos EUA. A Samsung está estreando no esporte na América do Norte.

As discussões da SUM com potenciais patrocinadores se centrou na ideia de que este evento, uma comemoração especial do 100º aniversário da Copa América, refletiria uma nova era mais respeitável do futebol internacional. A presidente da organização, Kathy Carter, disse que as fortes vendas de ingressos também fazem parte da aposta, mostrando que a corrupção que atinge os níveis mais altos do esporte não eliminou o interesse dos fãs em verem estrelas como Lionel Messi, da Argentina, e David Luiz, do Brasil.

A Nike, a Coca-Cola, a Sprint, a State Farm Insurance, a Anheuser-Busch InBev e a Delta Air Lines também assinaram contratos como patrocinadoras.

Em janeiro, a Fox Sports fechou um acordo para pagar US$ 15 milhões pelos direitos de transmissão do evento em língua inglesa nos EUA. A Univision pagará um valor mais de quatro vezes maior pelos direitos em língua espanhola.

Maior torneio de futebol a ser realizado nos EUA em mais de 20 anos, a Copa América Centenário terá início em 3 de junho, quando os EUA enfrentarão a Colômbia no Levi's Stadium, em Santa Clara, Califórnia. A final será em 26 de junho no MetLife Stadium, em Nova Jersey.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos