Perfeccionista, técnico do Audax queria mais "chutão" contra Corinthians

Do UOL, em São Paulo

Nem a classificação do Audax à decisão do Paulistão sobre o favorito Corinthians, neste sábado (23), na casa do alvinegro da capital, fez o perfeccionista treinador do time caçula do estadual ficar 100% feliz com o desempenho da equipe. Depois do triunfo nos pênaltis, Fernando Diniz disse que o time poderia ter dado mais "chutão" na partida.

É isso mesmo. O comandante do Audax, clube que se destacou no torneio pelo toque de bola até quando pressionado pelo adversário, queria ter visto mais lançamentos longos. "Se vocês contarem quantas bolas longas a gente fez hoje, foram várias. Não é proibido dar chutão. E deveríamos ter dado mais na partida", avaliou.

"Os jogadores têm autonomia para fazerem o que sabem no campo", acrescentou, para reafirmar que não exige que o toque de bola seja regra no estilo de jogo. Ao explicar por que gostaria de ter visto mais lançamentos, disse que isso se deve "um tanto pela marcação do Corinthians e um tanto porque o time deixou de fazer a movimentação certa".

O Audax esteve duas vezes na frente do marcador na Arena Corinthians, mas o duelo terminou empatado em 2 a 2 e foi decidido nos pênaltis. Fágner e Rodriguinho desperdiçaram suas cobranças, e o time de Osasco avançou. 

Agora, espera o vencedor de Santos e Palmeiras, que se enfrentarão na tarde deste domingo (24)pela outra semifinal, para saber quem será o seu oponente na decisão do torneio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos