Robinho trocou a China por MG. Agora, espera voltar à seleção brasileira

Do UOL, em São Paulo

  • Bruno Cantini/Atlético MG/Divulgação

    Artilheiro do Campeonato Mineiro, atacante teve passagem discreta pelo Guangzhou

    Artilheiro do Campeonato Mineiro, atacante teve passagem discreta pelo Guangzhou

O atacante Robinho não se arrepende de ter trocado o futebol chinês pelo Atlético-MG em 2016. Contratado pelo Guangzhou Evergrande em 2015, deixou o clube para reforçar o time mineiro na atual temporada, e acredita que recuperou terreno.

"É mais difícil de ser visto (jogando na China), é claro. Os jogadores que foram agora para a China e foram para a seleção, foram pelo trabalho que fizeram aqui", afirmou, em entrevista ao programa Esporte Espetacular, da Rede Globo.

Nos últimos jogos da seleção brasileira, contra Uruguai e Paraguai, o meia Renato Augusto (Beijing Guoan) entrou em campo e inclusive marcou um dos gols contra os uruguaios.

Robinho não chegou a ser convocado para as duas partidas, válidas pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Mesmo assim, não descarta as chances de voltar à seleção brasileira em 2016.

"Enquanto eu for jogador profissional, não vou abrir mão disso. Vou fazer um bom trabalho aqui no Galo. Esse é o caminho", disse o atacante. "Sei que a melhor maneira de ir para a seleção, de ser convocado novamente, é continuar jogando", completou.

Artilheiro do Campeonato Mineiro com nove gols, Robinho espera agora conquistar o título da competição. Na final, o Atlético-MG encara o vencedor do duelo entre Cruzeiro e América-MG – no primeiro jogo, vitória americana por 2 a 0.

"O objetivo principal é o coletivo, é ser campeão, porque aí você marca história no clube", diz.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos