Ferj indica Bota e Vasco na Primeira Liga em 2017, mas organização rechaça

Bernardo Gentile, Bruno Braz e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Site oficial do Vasco

    Vasco e Botafogo são rivais políticos de Fla e Flu, fundadores da Primeira Liga

    Vasco e Botafogo são rivais políticos de Fla e Flu, fundadores da Primeira Liga

A Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) e a Primeira Liga ensaiam novo conflito por conta dos times que disputarão a competição regional em 2017. Há uma resolução da federação do Rio, de dezembro de 2015, que prevê que o campeão e o vice têm vaga garantida em todas as competições interestaduais, o que incluiria a Liga. A diretoria da organização, no entanto, alega que os dois clubes sequer são filiados e que a organização da competição é independente da Ferj e da CBF.

A polêmica surgiu com a publicação do documento da assembleia da Ferj do final do ano passado. Inicialmente, a federação não confirmou sua veracidade, mas, em seguida, disse que este era verídico. Depois, informou que, de fato, a regra valeria para a Primeira Liga. Se respeitada, Flamengo e Fluminense, eliminados do Campeonato Carioca no final de semana e fundadores da Liga, estariam fora e dariam lugar a Botafogo e Vasco.

Divulgação / Ferj
Item "E" do comunicado da Ferj destaca a garantia de vagas ao campeão e vice do Carioca

"A Primeira Liga é disputada por filiados. O critério que vale são os dois times do Estado que são filiados à Liga. O princípio da Liga é ser independente da federação e da CBF. Então, as regras deles não podem valer para a Liga", afirmou o diretor executivo da Primeira Liga, Fred Luz, que é também diretor do Flamengo. O dirigente explicou que, se Botafogo e Vasco quiserem jogar o campeonato, terão de pedir filiação à Primeira Liga e esperar a aprovação do restante da assembleia.

"Ainda vamos discutir datas e inclusão do calendário com a CBF. Será uma negociação", contou Fred, que rechaçou a possibilidade de a Primeira Liga passar a ser organizada pela confederação.

A assembleia da Liga está sendo realizada em um hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro, e depois haverá uma festa de premiação no Museu do Amanhã.

Botafogo e Vasco deixam em aberto

As diretorias de Botafogo e Vasco ainda não se posicionaram oficialmente se vão reivindicar ou não o direito de participar da Primeira Liga e se têm o interesse em participar da competição. 

Pelo lado alvinegro, o clube alega estar focado nas competições vigentes e espera os desdobramentos dos fatos para dar seu parecer.

Já em relação ao Cruzmaltino, o presidente Eurico Miranda não se opõe caso a competição não prejudique o Campeonato Carioca.

"Eu não tenho nada contra a Liga, desde que isso não venha a prejudicar o futebol do Rio de Janeiro. Se for para prejudicar o futebol do nosso estado, sou contra. Se não vier a afetar os interesses do Rio de Janeiro, podemos analisar a situação mais para frente", disse à Rádio Tupi. 

*Atualizada às 19h43

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos