Ganso torce por permanência de Calleri e nega problemas com o Santos

Do UOL, em São Paulo

  • JUAN MABROMATA/AFP

Paulo Henrique Ganso entrou na torcida pela permanência de Jonathan Calleri no São Paulo. Artilheiro da Libertadores, o argentino tem contrato com o time do Morumbi somente até o meio do ano.

"Ele já é uma grande contratação, quem sabe possa ficar até o final do ano, vamos ver o que vai acontecer daqui para frente", afirmou Ganso, durante conversa com seus seguidores no Facebook. O meia, ainda, disse ter achado injusta a expulsão do argentino depois do final da partida contra o The Strongest.

"Não achei justa a expulsão, acho que ele não fez nada. Ouvi um comentarista falando que na súmula aconteceu um insulto verbal. Se foi expulso por isso, não vai ter mais jogador de futebol em campo, porque isso acontece muito".

O Tribunal Disciplinar da Conmebol decidirá nesta terça-feira a suspensão de Calleri. O código disciplinar da entidade prevê que a pena pela expulsão por insulto seja apenas a automática, de um jogo.

Sem ressentimentos com o Santos

Quase quatro anos depois de deixar o Santos, Paulo Henrique Ganso minimizou qualquer tipo de problemas com o time da Vila Belmiro. O meia afirmou que briga que teve foi com a antiga diretoria, comandada por Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. O jogador do São Paulo, inclusive, elogiou o atual presidente, Modesto Roma Jr.

"A briga foi com quem dirigia naquele momento o clube. Hoje, conheço o Modesto, é uma pessoa do bem. Deixei muitos amigos lá. A única briga foi com quem comandava naquela época. Fora isso, nunca tive briga com ninguém", explicou.

A relação entre Santos e Ganso estremeceu depois de a diretoria, à época comandada por LAOR, recusar oferecer ao meia um plano de carreira semelhante ao de Neymar, em 2010. Dois anos mais tarde, o então camisa 10 da Vila Belmiro assinou um contrato de cinco anos com o São Paulo, que contou com um aporte da DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, e desembolsou R$ 23,9 milhões para contratar o jogador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos