Único corintiano que acertou pênalti, André pede para cobrar mais vezes

Do UOL, em São Paulo

  • Danilo Verpa/Folhapress

De nove pênaltis cobrados no ano, o Corinthians errou seis. Dois deles, batidos por Rodriguinho e Fagner no último sábado contra o Audax, custaram a classificação à final do Campeonato Paulista. O centroavante André, único a converter no fim de semana, pediu mais oportunidades nesta segunda-feira. 

"Não sei se vou virar cobrador oficial, mas gosto de bater. Se tiver oportunidades de novo, vou bater porque gosto. Teve a situação no jogo da Ponte Preta, mas o Tite optou por eles (Luciano e Romero), por ter mais tempo de casa e pela atmosfera do jogo. Mas, se tiver de novo, vou querer bater porque eu gosto", afirmou André. 

Ele fez menção a episódio recente em Corinthians 2 x 1 Ponte Preta, quando dois colegas cobraram pênaltis e erraram. Naquele dia, André e Romero discutiram pelo direito da cobrança, que ficou com o paraguaio. Confiante por fazer dois gols no último sábado e por converter sua penalidade diante do Audax, o centroavante prometeu melhor sorte em caso de uma nova disputa. 

"Pênalti é meio complicado de falar. Não é falta de treino. O campo está até ruim aqui, de tanto que treinamos, mas é um pouco de sorte. Tem a parte psicológica, tem gente que prefere nem bater. É esquecer essa questão do pênalti. Estamos treinando, tentando acertar, é não trazer esse peso a mais. Tenho certeza que sairemos classificados em próxima disputa", afirmou André.

No último sábado, o atacante Luciano e o lateral Uendel completariam a série de cobranças, encerrada quando o Audax alcançou 4 a 1. Agora, de acordo com André, o adversário válido pelas oitavas de final da Libertadores é mais difícil. "É um time uruguaio, a gente sabe como é catimbeiro. Não podemos entrar nesse jogo, eles gostam da briga. Tem que estar bem focados e estar bem na volta", lembrou ele, expulso em Cerro Porteño 3 x 2 Corinthians. 

"Nós só pensamos na vitória. É ir para lá e, independente de tudo, fazer um grande jogo. Foram poucos jogos (ruins), não dá para rotular (que o Corinthians jogou mal nas partidas mais difíceis). Contra o Palmeiras, a gente foi muito abaixo do que vinha fazendo, nos outros fomos bem. Contra o Santos fomos mal no primeiro tempo, mas igualamos no segundo tempo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos