Corinthians escolhe novos nomes da Arena. Compradores devem ficar fora

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Adriano Wilkson/UOL

    Fundo investidor que comprará nome da Arena não deve batizar o estádio

    Fundo investidor que comprará nome da Arena não deve batizar o estádio

Arena do Povo ou Arena da Fiel.

Está praticamente definido que os torcedores corintianos terão de escolher entre um desses dois nomes para que a Arena Corinthians seja rebatizada no mês que vem, assim que assinado o acordo para a venda dos naming rights do estádio por um contrato válido por 20 anos. Logo, é provável que o fundo investidor que adquire a propriedade não dará seu nome a ela. 

No projeto de marketing desenhado para a Arena Corinthians, a empresa do segmento financeiro de nome não revelado praticamente definiu, em conjunto com o clube, que não vai colocar seu nome no estádio.

O martelo ainda será batido nos próximos dias, mas a principal contrapartida que o parceiro vai oferecer é justamente dar aos torcedores o direito de escolher como irá se chamar a Arena - e o fato de que esse nome será uma homenagem a eles próprios. 

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Homenagem à torcida em uniforme faz parte da escolha do novo nome do estádio

Nas últimas duas partidas, o Corinthians jogou com os seguintes dizeres às costas da camisa: "O Corinthians é o time do povo e é o povo quem vai fazer o time".

De acordo com o apurado pela reportagem, a utilização da frase já é o início da campanha de marketing que irá culminar no lançamento do concurso para que corintianos escolham o nome do estádio. Que, salvo uma mudança de rota nos próximos 15 dias, será uma homenagem à própria torcida. 

O modelo de negócio desenhado pelos investidores, conforme mostrou o Blog do Perrone, prevê justamente que o novo responsável pelo estádio assuma o programa Fiel Torcedor, entre outras propriedades ligadas à Arena. Um dos pontos é abertura de um tour pela Arena chamado Casa do Povo.

O contrato dos naming rights desenhado pelo Corinthians já tem o aval da Caixa Econômica Federal. A ideia do clube é anunciar a venda dos naming rights em 5 de maio, um dia após a partida contra o Nacional-URU, mas a data não está 100% garantida. 

Em contato com a reportagem, o Corinthians não confirmou as informações e optou por não se pronunciar oficialmente. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos