Gerson vai voltar para a Roma, mas Flu já sabe como reforçar elenco

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Bruno Haddad/Fluminense FC

Negociado com a Roma, Gérson voltou ao Fluminense após ficar sem espaço no elenco no time italiano. Retomou a titularidade a importância no time mesmo com o pouco tempo que teria nas Laranjeiras em 2016. O fato é que o apoiador retornará no meio do ano para o time europeu e deixará o Tricolor carente na posição, que também já havia perdido Diego Souza. Ciente dos fatos, a diretoria espera contratar para esse e outros setores nesse período de treinamentos em que o time terá antes de estrear para o Brasileiro.

Basicamente o Fluminense precisa de dois apoiadores para aguentar o restante da temporada. E os perfis já foram definidos. A necessidade é que ao menos um deles seja experiente para se juntar a Fred e Cícero na missão de comandar os garotos. Essa seria uma das funções de Diego Souza, que pediu para voltar ao Sport e deixou uma lacuna no elenco.

Existe uma esperança na torcida que a Dryworld, fornecedora de material esportivo, banque a chegada de um grande reforço, como ocorreu no Atlético-MG com Robinho. Nenhum nome foi comentado abertamente, mas existem alguns atletas que estão na lista do Fluminense que chegariam com status de ídolo. Torcedores sonham com Montillo e Thiago Neves, mas nenhum deles foi confirmado pela diretoria.

"Temos certeza de que vamos mexer no elenco. Sabemos que vão acontecer mudanças. Acho que os jogadores estão rendendo bem agora, mas temos que reforçar para disputar estas competições. Vamos observar o mercado e tomar as decisões", disse o técnico Levir Culpi após ser eliminado pelo Botafogo no Campeonato Carioca.

Além de jogadores para o meio de campo, o Fluminense considera a lateral esquerda carente já que Giovanni e Léo Pelé não se firmaram. Atualmente, Wellington Silva deixou a lateral direita com Jonathan e tem sido improvisado no lado oposto. O jogador tem dado conta do recado, mas para uma competição longa e qualificada como o Brasileiro é arriscado se acomodar com tal situação.

Apesar de não ser prioridade, não estão descartadas contratações de zagueiro e volante. Na defesa, Renato Chaves está insatisfeito com as poucas oportunidades e quer voltar para a Ponte Preta. Caso a negociação se concretize, o Tricolor deverá procurar reforço. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos