Empresa em litígio com Santos tenta penhorar bens do Sporting

Do UOL, em São Paulo

  • ZUMAPRESS

    Transferência de Marcos Rojo seria causa de dívida milionária do Sporting com a Doyen Sports

    Transferência de Marcos Rojo seria causa de dívida milionária do Sporting com a Doyen Sports

Após envolver-se em problemas com o Santos por conta de valores devidos por investimentos em jogadores, como Leandro Damião e Geuvânio, a Doyen Sports precisará resolver problema semelhante com o Sporting, de Portugal. As informações são do site lusitano "Mais Futebol".

A companhia entrou com ação no Tribunal da Relação de Lisboa para tentar executar uma sentença do TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), que condenou o clube a pagar 14 milhões de euros (R$ 56 milhões) pela transferência do defensor argentino Marcos Rojo para o Manchester United.

Para garantir que irá receber o pagamento, a Doyen pede a penhora dos bens do clube português. A empresa já havia solicitado o bloqueio das verbas pagas pela Uefa ao Sporting pelo mesmo motivo.

Contudo, a briga promete ser longa. O Sporting respondeu ao TAS informando que a Uefa já havia determinado o bloqueio do pagamento dos prêmios para assegurar que a dívida seja paga. Portanto, na visão do clube português, não seria necessária outra penhora de bens.

O Sporting também recorreu da decisão do TAS no Tribunal Federal da Suíça, solicitando que o pagamento da dívida pudesse ser protelado até que houvesse uma decisão definitiva. De acordo com o clube, após uma decisão oficial ser tomada, seria mais fácil que eles pagassem o que é devido do que desembolsar o valor sem qualquer veredito e ter que reaver depois. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos