Grávida, nora diz que Del Nero é um "fofo e avô coruja"

Juliana Alencar

Do UOL, em São Paulo

Bruna Ramos não limou o nome de solteira de sua pessoa jurídica. Mas o Del Nero que a bela morena de 31 anos, modelo e apresentadora de TV, hoje carrega nos documentos e nas redes sociais indica o parentesco com o atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. 

Nora do principal dirigente da entidade que controla o futebol no país, Bruna não se apoia no peso do nome da família do seu marido, o empresário Marco Polo Del Nero Filho. Tampouco, circula pelos ambientes em que ele faz diferença. "Profissionalmente, não me beneficiei em nada", observa. "Já tinha uma carreira estabelecida antes do relacionamento com o meu marido."

Integrante mais nova da família, Bruna Ramos Del Nero é modelo da agência L'Equipe, uma das mais conhecidas de São Paulo. Tem uma lista de extensa de trabalhos para grifes e marcas populares do país. Por causa do apelo mais comercial, virou o rosto dos merchans de uma empresa de produtos de beleza em programas da Record. Uma experiência que acabou lhe rendendo um convite para ter um programa na afiliada da emissora em Macapá. 

Filha de uma família de classe média, ela começou a trabalhar profissionalmente na área tardiamente. Já tinha 23 anos quando resolveu deixar Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, para investir na carreira de modelo na capital. Em sua cidade, ela ganhava a vida como professora de ensino básico.

"Foi muito complicado ganhar espaço na área, então passei muitos anos me dedicando ao trabalho", conta Bruna. "Quando me reencontrei com o Marco percebi que era a hora de me dedicar a construir uma família". Os dois se conheceram por meio de um amigo em comum há cerca de 5 anos. Mas na época os dois estavam comprometidos. "Éramos só colegas de Facebook", explica. "Até que nós ficamos solteiros e o mesmo amigo resolveu nos aproximar."  

Bruna começou a namorar Del Nero Filho em novembro do ano passado, pouco antes de o sogro tirar licença do cargo da CBF. Casaram-se em março -  menos de um mês antes de Del Nero reassumir o posto. Ela já estava grávida quando subiu ao altar numa cerimônia discreta, sem ostentação, em São Paulo. 

A foto do casamento é o único registro que ficou público de Del Nero durante os quatro meses em que esteve afastado do cargo. Nela, ele aparece ao lado da ex-mulher, a artista plástica Márcia Baldrati. Mãe de seus filhos, é a única ex que se mantém presente na vida familiar do dirigente. 

"(O casamento) foi rápido porque nós dois estávamos com esse objetivo em comum", observa Bruna. "O Marco é um homem maravilhoso, família. Eu valorizo muito homens que tem esse perfil." Os elogios são estendidos ao sogro, com quem diz ter uma relação muito boa. Nunca enfrentou oposição dele. "Um homem muito educado, gentil. É um fofo e tem se mostrado um avô coruja."

Bruna conta que, apesar dos compromissos na CBF no Rio de Janeiro, onde fica a sede da instituição, Del Nero tem feito questão de acompanhar a gravidez da nora. É que o bebê tem feito o dirigente reviver a experiência de ser avô - os outros dois netos deles já são adultos. 

"Ele está muito animado com a ideia, porque a chegada de um bebê sempre traz uma alegria para a família toda. E acaba unindo mais. Ele gosta de ver os ultrassons, está sempre presente como pode. Se ele não pode ir, a gente também vai até ele mostrar", comenta Bruna, que deve homenagear o marido - e consequentemente o sogro - ao batizar a criança. "Deve se chamar Marco Polo Del Nero Neto, estamos decidindo. Gosto do nome, acho marcante".

Alheia a futebol, Bruna não se sente à vontade de comentar nenhum tema relacionado ao assunto. Nem sequer tem algum time de coração, ao contrário da tradição familiar - o marido e sogro são palmeirenses doentes. Marco Polo Del Nero Filho chegou a concorrer a uma vaga de conselheiro vitalício no Palmeiras em eleição recente, mas não obteve votos suficientes para conquistá-lo.  

Apesar de ainda não ter chegado nem à metade da gestação, Bruna tem desacelerado o ritmo de trabalho. Já fez fotos para campanhas de dia das mães, mas quer mesmo é curtir a gravidez do primogênito. Trabalho mesmo, só depois de aproveitar a licença-maternidade.  "Quis dar essa parada para aproveitar o momento."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos