Nem quimioterapia segura Eurico. Presidente mantém rotina e acompanha jogo

Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no RIo de Janeiro

  • Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco

    Eurico Miranda viajou com o Vasco para Manaus e recebeu bronca de seus médicos

    Eurico Miranda viajou com o Vasco para Manaus e recebeu bronca de seus médicos

Quem acompanha Eurico Miranda de longe não desconfia da atual - e desgastante - rotina do presidente do Vasco. A agenda agitada surpreende até os responsáveis por cuidar da recuperação de um câncer no pulmão do cartola. E não é para menos. O mandatário cruzmaltino "ignora" as recentes sessões de quimioterapia, não abandona as idas a São Januário e descumpre ordens médicas para estar ao lado do time.

Na última quarta-feira, não foi diferente. Pouco mais de 48 horas após a terceira sessão de quimioterapia, a ordem era clara: repouso e descanso em casa. E quem disse que Eurico cumpriria as recomendações? Lá estava o dirigente assistindo ao triunfo do Vasco sobre o Remo (2 a 1) pela Copa do Brasil.

Eurico não descansou nem mesmo na segunda-feira, dia da sessão de tratamento no hospital. A contragosto dos médicos, deixou o local e foi para casa resolver problemas do clube. Na terça, expediente normal em São Januário. Na quarta, gravação de um programa do Sportv pela manhã, almoço com o filho e jornalistas à tarde, uma rápida passada na concentração para falar com o elenco e a ida a São Januário para finalizar.

A agenda de Eurico Miranda é exatamente o contrário do recomendado pelos médicos, que chegaram a dar uma bronca no dirigente pela viagem a Manaus no último domingo, onde assistiu a vitória do Vasco sobre o Flamengo por 2 a 0. O polêmico cartola desdenhou e fez piada com a situação e com o fato de eliminar o rival. Segundo ele, era "impossível estar melhor" naquele momento da quimioterapia - segunda-feira.

Segundo familiares e pessoas próximas, ninguém consegue controlar o mandatário. Inicialmente, o grupo de médicos até questionou o sucesso do tratamento. Na sequência, porém, admitiu que Eurico não se sentiria bem longe do Vasco e passou a aceitar com ressalvas a maneira pouco habitual de repouso e recuperação.

E as próximas semanas não serão diferentes. Com novas sessões agendadas para cuidar do câncer no pulmão, Eurico seguirá se dividindo entre hospital, São Januário e, agora, Maracanã. É lá que o Vasco encara o Botafogo nos dois próximos domingos para buscar o bi campeonato estadual. Entre os amigos, Eurico confessa que tal conquista seria melhor que qualquer quimioterapia. E não há quem duvide.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos