Cruzeiro confia em acordo com Jorginho, que não revelou oferta a Eurico

Bruno Braz e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte

  • Paulo Fernandes/Vasco.com.br

    Jorginho é o favorito para assumir o cargo de técnico do Cruzeiro

    Jorginho é o favorito para assumir o cargo de técnico do Cruzeiro

Desde a demissão de Deivid, consumada no domingo passado (24), após a eliminação precoce no Mineiro, Jorginho apareceu como a primeira opção da diretoria para assumir o Cruzeiro. E o clima de confiança toma os bastidores da Toca da Raposa. A cúpula espera que o atual comandante do Vasco assine um contrato até dezembro de 2017. Caso o ato seja consumado, ele será ratificado somente ao término de sua participação no Campeonato Carioca.

O clima de otimismo ganhou força após um encontro do diretor de futebol Thiago Scuro com Zinho, auxiliar da comissão técnica de Jorginho em São Januário. Os dirigentes mineiros foram ao Rio de Janeiro sob o pretexto de participar da Semana de Evolução do Futebol Brasileiro, evento organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas aproveitaram para conversar evoluir a negociação.

"Em um clube do tamanho do Cruzeiro, quando tem uma cadeira de treinador vaga, é natural essa ansiedade. O que tem de verdade é que o Cruzeiro está analisando os treinadores que estão vivendo esse bom momento. O fato de estarmos no Rio ontem (quarta-feira) tinha mais relação com uma visita à CBF, por conta do evento que está acontecendo. A gente pede cuidado para o tipo de informação que o torcedor está consumindo, bastante cuidado para a imprensa", afirmou Thiago Scuro em entrevista à Rádio Itatiaia.

A diretoria do Cruzeiro ainda não confirma as conversas com o treinador vascaíno, mas espera que ele aceite a oferta e assine contrato até o fim do próximo ano, quando se encerra o mandato de Gilvan de Pinho Tavares. O diretor de futebol Thiago Scuro é o responsável por conduzir as conversas.

Mesmo que tenha dado um passo rumo a um desfecho positivo, as tratativas ainda são sigilosas. Jorginho nem sequer comunicou ao presidente Eurico Miranda o recebimento da oferta feita pelo clube. O treinador deve se encontrar com o cartola na tarde desta sexta-feira (29), quando haverá um treinamento em São Januário.

Ainda sem anunciar o acordo com um técnico, a diretoria do Cruzeiro foi procurada por empresários que representam treinadores gringos. Entretanto, não é intenção da cúpula contratar um comandante vindo do exterior. Um uruguaio e um argentino – além de Jorge Sampaoli – foram oferecidos, mas a diretoria descartou as negociações.

"Nós não estamos em busca de representatividade. A gente sabe que um nome de peso e uma liderança forte é importante para o Cruzeiro, mas um treinador estrangeiro exige um cuidado maior pelos desdobramentos que tendem a ter no dia a dia", comentou Thiago Scuro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos