E no Brasileiro? Sufoco contra Coruripe expõe fragilidade de elenco do Bota

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Victor Silva/SSPress

    Argentino Yaca Nunez tem sido muito criticado pela torcida do Botafogo

    Argentino Yaca Nunez tem sido muito criticado pela torcida do Botafogo

Finalista do Campeonato Carioca, o Botafogo baseia seu sucesso no trabalho do técnico Ricardo Gomes. O treinador da equipe, no entanto, não é capaz de operar milagres, como foi visto na partida da última quinta-feira, quando o Alvinegro utilizou uma equipe reserva e sofreu para segurar empate com o Coruripe-Al, que sequer disputa a quarta divisão do Brasileiro.

O sufoco enfrentado pelo Botafogo escancara a falta de qualidade do elenco. Refém do time principal, Ricardo Gomes já pediu reforços para a diretoria. A diretoria corre atrás de nomes que possa, de fato, reforçar o Alvinegro, mas tem encontrado dificuldades nas negociações. Até agora, fechou apenas com Anderson Aquino, atacante da Linense, e Victor Luis, lateral esquerdo do Palmeiras. Nenhum chega com status de titular absoluto.

Alguns dos reservas que têm decepcionado a cada oportunidade recebida, como ocorreu diante do Coruripe na Copa do Brasil. É principalmente o que tem ocorrido com Gervásio Nunes e Damián Lízio, que muitas vezes ficam até mesmo fora do banco de reservas e dificilmente terão oportunidades na sequência da temporada.

Outros são formados na base e não tem agradado. Jean é o exemplo mais claro. O lateral esquerdo foi um dos destaques negativos na última quinta-feira. Ele já não estava nos planos tanto que o Botafogo contratou Victor Luis e já conta com o titular Diogo.

"Passamos um sufoco. Esses jogos de Copa do Brasil são assim. Falei para os meu jogadores que se eu estivesse do outro lado, esse seria o jogo da minha vida. E foi exatamente o que aconteceu. Tiveram uma chance no fim e quase saiu o gol. E aí? Estaria eu aqui explicando o inexplicável", explicou o técnico Ricardo Gomes.

O Botafogo volta a campo nesse domingo, quando iniciará a disputa com o Vasco do título do Campeonato Carioca. Serão dois jogos no Maracanã e não há qualquer tipo de vantagem. Já pelo Brasileiro, o Alvinegro tem início marcado para o domingo, dia 15, contra o São Paulo, no Rio de Janeiro – provavelmente em São Januário.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos