Wenger culpa clima ruim no Emirates por temporada decepcionante do Arsenal

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/Reuters

O ambiente ruim no Emirates Stadium foi um dos fatores que prejudicaram a campanha do Arsenal na atual edição do Campeonato Inglês, ao menos na opinião do criticado técnico Arsene Wenger. Em entrevista concedida nesta sexta-feira (29), o treinador pediu o apoio das arquibancadas, que fazem campanha por sua saída.

"Perdemos o campeonato em casa contra os times mais fracos, mas jogamos em um ambiente difícil. Temos que perceber que, fora de casa, nós somos campeões. Em casa, contra times menores, perdemos a liga. Esse clube tem valores especiais e um que eu tive experiência ao longo dos anos é que ficamos unidos e apoiamos o time. Não há sucesso sem isso", afirmou o técnico, via Daily Mail.

O argumento dele, no entanto, é falho. Considerados apenas os jogos fora de casa de todos os participantes do Campeonato Inglês, o Arsenal estaria em terceiro lugar, com 30 pontos, uma colocação melhor que a atual, porém a sete pontos do líder Leicester.

Em janeiro, o Arsenal liderava a competição, mas caiu três posições nos meses seguintes e atualmente ocupa a quarta colocação com 64 pontos, 12 atrás do primeiro colocado.

A queda de rendimento não agradou ao técnico, que explicou que o clube voltou a ficar em uma posição competitiva após anos complicados por causa da construção do Emirates Stadium.

"Nossa expectativa é a mais alta e assim é também nossa frustração. Quando construímos o estádio tivemos anos difíceis financeiramente. Tivemos que vender nossos melhores jogadores e sobreviver. Estamos fora daquela posição e em uma boa posição", disse Wenger.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos