Derrota por 5 a 0 e gramado de futebol americano: a reestreia de Adriano

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Roberto Candia

    Ex-atacante da seleção brasileira teve atuação apagada em sua estreia nos EUA

    Ex-atacante da seleção brasileira teve atuação apagada em sua estreia nos EUA

Adriano "Imperador" voltou a jogar futebol após mais de um ano longe dos gramados. Neste domingo (1º), na abertura da NPSL, equivalente à quarta divisão dos EUA, o atacante estreou pelo Miami United, mas foi goleado por 5 a 0 pelo rival Miami Fusion.

Adriano não jogava profissionalmente desde 2014, quando defendeu a camisa do Atlético-PR. E em seu retorno deu sinais do tempo parado. Discreto, movimentando-se pouco, pego algumas vezes em impedimento, o ex-atacante da seleção até tentou algumas jogadas, mas esteve longe de fazer a diferença.

A volta do "Imperador" ao futebol ainda ficou marcada por algumas curiosidades. O gramado sintético do Ted Hendricks Stadium estava com as marcações originais do futebol americano - inclusive as linhas e números indicadores de jardas e sem o círculo central no meio do campo.

Outro fato inusitado foi a "invasão" das crianças no gramado do Ted Hendricks Stadium no intervalo do jogo. Com algumas bolas espalhadas em campo, eles brincaram até a volta dos jogadores do intervalo.

Por fim, ainda houve um imprevisto na estreia de Adriano nos EUA. O Miami United utilizou camisa alternativa porque os uniformes oficiais para a temporada acabaram não sendo entregues a tempo. A informação é do próprio presidente do clube, Roberto Sacca, que disse que os uniformes ficaram presos em Kentucky.  

De acordo com a polícia local, cerca de 1000 pessoas acompanharam o retorno do imperador ao futebol. O Ted Hendricks Stadium tem capacidade para 10 mil pessoas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos