Xavi critica redes sociais de jogadores do Barça. E corneta também Simeone

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Nogueira/Folhapress

    Xavi defendeu o Barcelona entre 1997 e 2015 e foi capitão do time

    Xavi defendeu o Barcelona entre 1997 e 2015 e foi capitão do time

O meio-campista Xavi, atualmente no Al-Sadd, do Qatar, não economizou nas críticas em entrevista à BeIN Sports. O ídolo do Barcelona fez críticas ao uso excessivo de redes sociais por parte de seus ex-colegas de time, e sobrou também para o estilo de jogo praticado por Diego Simeone no Atlético de Madri.

"Twitter, Facebook, Instagram, Periscope... isso não é futebol. Eu gosto de futebol, dos 90 minutos, do treinamento, de ser profissional. Isso é o futebol", disse Xavi, que está com 36 anos.

Entre os criticados estão o zagueiro Piqué, que faz uso assíduo do Periscope, e o lateral Daniel Alves, que publicou um vídeo de peruca em seu Instagram um dia depois de o Barcelona ser eliminado da Liga dos Campeões.

"Isso não tem nada a ver com o que acontece no campo. No futuro, os clubes vão acabar proibindo as redes sociais, porque não somam em nada, não ajudam", disse Xavi.

Já sobre Simeone, o ex-capitão do Barça disse que o estilo defensivo do treinador não é agradável. Foi justamente o Atlético quem eliminou o Barcelona na Champions, revertendo uma derrota por 2 a 1 no Camp Nou com um 2 a 0 no Vicente Calderón.

"Eu não desfruto vendo times que se fecham. Na Copa [de 2010], nós [Espanha] fomos campeões ganhando de 1 a 0, mas jogando futebol bem. O grande mérito de Simeone é que anula perfeitamente as qualidades do time adversário", afirmou Xavi.

Em entrevista coletiva antes de enfrentar o Bayern de Munique pela semifinal da Liga dos Campeões, Simeone respondeu as declarações de Xavi. O técnico deu a entender que joga de forma defensiva no Atlético não por ideologia, mas porque é o estilo que melhor se adapta ao elenco.

"Respeito todas as opiniões. O futebol permite que todos opinem e todos tenham razão. Desde que sou treinador, meu maior orgulho é potencializar os jogadores que tenho. No dia em que eu estiver em uma seleção, poderei escolher os que se adaptam mais à minha ideia. Agora, não posso colocar minha ideia na frente dos meus jogadores", declarou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos