Figueirense anuncia saída de França. Briga feia no trânsito foi gota d'água

Do UOL, em São Paulo

  • Reinaldo Canato/UOL

    França já tinha se envolvido em polêmicas extracampo na época do Palmeiras

    França já tinha se envolvido em polêmicas extracampo na época do Palmeiras

O volante França não faz mais parte do grupo do Figueirense. Após se envolver em mais uma confusão extracampo na madrugada de sábado para domingo, o jogador alvinegro terá seu contrato rescindido com o clube, que confirmou a decisão em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira.

"Posso adiantar para vocês que o França não faz mais parte do Figueirense. Ele não joga mais com a camisa do Figueirense. Essa é a solução que a diretoria está tomando junto com seu agente, junto com seu representante, até mesmo porque, até o momento, o Figueirense não conseguiu contato algum com o atleta", disse o superintendente de esportes Cleber Giglio.

Esta não é a primeira confusão de França, que desde os tempos de Palmeiras tem problemas de comportamento. Quando morava em São Paulo, ele teve problemas com os vizinhos, que se irritavam com as festas que o jogador promovia em seu apartamento (leia mais aqui).

Já em Florianópolis, ele foi parar na delegacia quando, embriagado, tentou tomar a arma de um policial que o abordou durante uma briga em uma casa noturna. Para conter o volante, o oficial chegou a acertá-lo com uma bala de borracha.

No último sábado, foi a vez de o volante se envolver em uma briga feia em Florianópolis. Uma discussão por conta de um acidente de trânsito transformou-se em uma agressão, com o volante sendo atropelado por um carro e arrastado no chão (leia mais aqui).

Segundo amigos de França que estiveram com ele durante a noite, o incidente aconteceu na região metropolitana de Florianópolis. De folga, ele saiu com amigos e estava dirigindo quando um outro veículo o acertou e fugiu. Irritado, o volante perseguiu o carro em questão para tomar satisfações. A discussão, então, se transformou em uma briga com socos e empurrões dos dois lados.

O problema é que no meio do enfrentamento um terceiro veículo chegou ao local e atropelou França. Uma vez caído, ele foi reconhecido pelos agressores, que arrastaram seu rosto no asfalto e o espancaram mais ainda.

Diante de mais uma confusão extracampo, o Figueirense resolveu não contar mais com o jogador. "Realmente houve outros problemas, não tem como se esconder, e o clube fez sempre de tudo para tentar ajudar o França nesses momentos, mas tudo tem início, meio e fim, e o final chegou agora", acrescentou o dirigente. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos