Dunga cita meritocracia e explica Ganso só em pré-lista da Copa América

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

Deu preguiça de ver a convocação? A gente mostra os 5 pontos principais

Dunga não gosta de falar sobre jogadores que não estão em sua lista de convocados. Nesta quinta-feira, no entanto, o técnico da seleção brasileira abriu uma exceção e comentou sobre a presença daquele que, mesmo sem estar na relação definitiva, foi a maior surpresa na pré-lista da Copa América: Paulo Henrique Ganso.

Ele citou a boa fase e deixou claro que vem acompanhando as atuações do meia no São Paulo.

PVC: TOLERÂNCIA ZERO COM ALGUNS JOGADORES PODE FAZER DUNGA PERDER O GRUPO

  •  

"Ele estar na lista de 40 vem a reforçar o trabalho do nosso centro de inteligência. É meritocracia. Ele mereceu, jogou. Os comentários de vocês e torcedores referendam isso. Jogador tem que saber que estamos observando todos os aspectos, técnico, mental, físico, comportamental. Tudo isso está sendo observado", explicou o técnico.

Na relação dos 23 atletas para a Copa América, Ganso ficou fora. Dunga deu preferência a atletas com idade olímpica, chamando sete atletas jovens.

O técnico Edgardo Bauza, do São Paulo, falou nesta quinta-feira que sua decisão de não escalar Paulo Henrique Ganso na derrota por 3 a 1 contra o Toluca, na quarta-feira, no México, não teve a ver com a decisão de Dunga. 

"Não tem nada a ver uma coisa com a outra. A decisão que não esteja na seleção não é minha. Ele estava com um problema no adutor e preferimos deixa-lo melhor para o próximo jogo", falou o técnico argentino, no aeroporto de Guarulhos, em entrevista coletiva transmitida pela ESPN. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos