Camaronês sofre ataque cardíaco e morre durante jogo na Romênia

Do UOL, em São Paulo

Uma tragédia assolou o futebol romeno nesta sexta-feira (6). Durante a partida entre Dínamo Bucareste e FC Viitorul, o camaronês Patrick Ekeng caiu no gramado após sofrer um ataque cardíaco. Aos 26 anos, ele morreu duas horas depois, em um hospital da capital do país.

A queda de Ekeng ocorreu aos 24 minutos do segundo tempo, quando sua equipe, o Dínamo Bucareste, vencia por 3 a 2. No momento, os jogadores das duas equipes correram para ajudá-lo. De acordo com o canal romeno "Digisport", demorou 2min47s até que o camaronês fosse levado à ambulância. O veículo, no entanto, não contava com nenhum equipamento especializado e foi utilizado apenas como transporte até o hospital.

 O técnico Mircea Rednic, do Dínamo, era um dos mais abalados com a cena. A partida seguiu e o Viitorul empatou por 3 a 3, dando números finais ao confronto.

Patrick Ekenge começou sua carreira no Canan Yaoundé, de Camarões. Na sequência, colecionou passagens pela França (Le Mans e Rodez), Suíça (Lausanne-Sport) e Espanha (Córdoba). No Dínamo Bucareste, ele havia chegado em janeiro desde ano e atuado apenas em sete partidas.

Essa não é a primeira morte em campo. Durante a semifinal da Copa das Confederações de 2003, entre Camarões e Colômbia, o também camaronês Marc-Vivien Foé desabou no gramado e morreu pouco tempo depois de chegar ao hospital.

No Brasil, em 2004, o zagueiro Serginho, do São Caetano, morreu de forma semelhante. Durante partida contra o São Paulo, o jogador caiu no gramado ao sofrer um ataque cardíaco. Ele foi levado para o hospital na sequência, mas não resistiu. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos