Sondado por chineses, Berlusconi avisa: 'quero vender Milan para italianos'

Do UOL, em São Paulo

  • Luca Bruno/AP

Apesar de ofertas milionárias da China, o presidente do Milan, Silvio Berlusconi, disse nesta sexta-feira (6) que quer vender o clube a mãos italianas. A informação foi dada por ele mesmo em um vídeo publicado em seu perfil no Facebook.

"Quem diz que preciso vender, respondo que estou tentando faz mais de um ano, mas queria deixar o Milan em boas mãos para que garantissem a ele um futuro como protagonista", argumentou o dirigente, ex-premiê da Itália.

Segundo o jornal Corriere dello Sport, um grupo de empresários chineses teria feito uma oferta de 700 milhões de euros pelo clube que balançou Berlusconi, que ainda não cedeu às cifras elevadas. O presidente também mostrou insatisfação com o desempenho do time no Campeonato Italiano.

"Eu, como vocês, levo o Milan no coração e sofro quando ele vai mal. Talvez um pouco mais porque para torná-lo grande eu tive que investir cerca de mil milhões de euros, só no último ano 152 milhões", lamentou.

Ele também disse que nunca tinha visto o clube jogar tão mal quanto esse ano, o que motivou a mudança no comando técnico, com a demissão de Sinisa Mihajlovic e a promoção de Christian Brocchi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos