Wesley faz piada de briga com Robinho e recusa atender amigo

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

Em 2010, o Santos campeão paulista e da Copa do Brasil tinha um time que se marcava por jogar bonito, sob o comando de Dorival Júnior, e pelo setor ofensivo com Paulo Henrique Ganso, Neymar, Robinho e André. Em julho daquele ano, o volante Wesley protagonizou com Robinho uma briga tensa: uma brincadeira resultou no celular de Wesley quebrado e no carro de Robinho vandalizado com um taco de sinuca. Agora, o volante do São Paulo faz piada com o episódio antes de encontrar o amigo, do Atlético-MG, pela Copa Libertadores. 

"Ai meu Deus... A gente não se fala. Eu não gosto dele", falou Wesley, em tom sério, ao ser questionado sobre como está hoje a relação com Robinho, antes de mudar a entonação e abrir sorrisos sutis: "Brincadeira. Todo mundo sabe do nosso histórico, mas já é passado. Ele defende o Atlético, eu estou aqui muito feliz. Nessa hora o couro come, se eu tiver a oportunidade vou dar o máximo para que no final eu possa tirar um sarro dele", falou o volante. 

Questionado se faria alguma aposta com Robinho pelo confronto, brincou: "Não, nessa crise não pode ter aposta, não. Tá maluco?"

Resumidamente, o episódio em 2010 começou quando Wesley estava jogando sinuca e Robinho pegou seu celular e ameaçou quebrá-lo caso o volante não digitasse a senha para que ele pudesse ouvir músicas. Wesley, então, disse que quebraria o carro de Robinho caso ele fizesse isso. O atacante riu e arremessou o celular na parede, segundo relato de Wesley, que partiu para o estacionamento e bateu no carro de Robinho com um taco de sinuca - conseguiu quebrar o retrovisor. 

Hoje Wesley é mais comedido para relembrar o episódio. Afirma que antes isso poderia ser encarado de forma amena, mas que hoje a situação pode ser vista de maneira mais complexa. 

"No passado encarava de forma tranquila, na minha opinião mudou. Todo mundo tem uma vida fora do clube. É muito complicado se desligar de uma amizade de antes. As coisas mudaram, tem que ter cautela com isso, porque realmente as coisas mudaram. Em relação ao Robinho eu até estou sem o número dele, devem acontecer algumas coisas nos próximos dias, mas não vou nem atender o telefone, quem sabe no fim do ano a gente possa se encontrar", falou.

São Paulo e Atlético-MG se enfrentam pelas quartas de final da Copa Libertadores. A primeira partida deverá acontecer na próxima quarta-feira, no Morumbi. São as últimas equipes brasileiras no torneio. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos