Após prisões e drogas, Piá aposta em volta por cima no futebol

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook

    Piá chegou a ser preso por suspeita de envolvimento em roubo a caixas eletrônicos

    Piá chegou a ser preso por suspeita de envolvimento em roubo a caixas eletrônicos

Com passagens por Santos e Corinthians, Piá chegou a ser considerado uma grande promessa do futebol brasileiro, mas teve sua carreira atrapalhada por problemas fora de campo. Depois de aposentar, em 2011, chegou a ser preso três vezes por roubar caixas eletrônicos. Agora, aos 42 anos, aposta novamente no futebol para mudar sua vida.

"Comecei a pensar no que minha vida havia se tornado. Era aquela imagem que queria deixar? Precisar de ajuda na cadeia? Tudo por causa daquele dinheiro maldito? Decidi mudar. Futebol é a única coisa que conheço, preciso voltar", disse o ex-jogador, em entrevista ao jornal LANCE!

Além das prisões, Piá também foi detido por porte de drogas e andava armado quando ainda era jogador. "Time grande, dinheiro para fazer o que quisesse. Não quero passar ideia de tristeza, mas vinha do nada, aquilo começou a mexer comigo", explicou.

Atualmente, Piá ensina crianças em uma escolinha em Araras (SP), e já realizou um curso para ser treinador em 2011. Agora, busca uma vaga como auxiliar ou em categorias de base. "Eu só preciso que alguém abra uma porta".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos