Flu quer alguns reforços. Mas vai poupar para contratações internacionais

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Nelson Perez/Fluminense FC

O início do ano mostrou para o Fluminense que alguns reforços precisam chegar para o restante da temporada ser melhor que os quatro primeiros meses de bola rolando. Dois meio-campistas, um volante e um lateral esquerdo são as prioridades da diretoria, que já sabe qual tática vai adotar para dar tiros certeiros no mercado da bola.

Atualmente, o Fluminense, ou qualquer outro time brasileiro, pode se reforçar apenas com jogadores do território nacional. Isso quer dizer que a diretoria pode fechar com atletas que atuem nas Séries A a D – ou até mesmo sem qualquer divisão. Sejam eles gringos ou não. O Tricolor tem analisado bem as opções e alguns nomes agradam.

O grande desejo do Fluminense, no entanto, é concentrar as forças para jogadores que estão no exterior. Principalmente para preencher a vaga de um dos meias que o time busca, com um perfil mais experiente para substituir Diego Souza, que retornou ao Sport. Para isso, o Tricolor precisa aguardar a abertura do mercado internacional, o que ocorrerá a partir do dia 22 de junho (até 21 de julho). 

"O Fluminense tem um elenco qualificado, e teremos movimentos reduzidos diante deste cenário. Podemos investir mais quando a janela de transferências internacionais abrir novamente", disse o presidente do Fluminense, Peter Siemsem em entrevista coletiva nessa semana.

O clube tem dinheiro em caixa para fazer contratações, mas não o suficiente para errar. Assim, cada nome é cautelosamente estudado. Até o momento, poucos jogadores realmente agradam no mercado nacional. E é justamente por isso que o Tricolor não fará grandes aquisições até a abertura da janela de transferências internacionais.

"A área técnica teve uma reunião na última sexta, foram feitas avaliações do mercado. Estamos discutindo a capacidade que temos para investir e nos preparando também para o assédio a nossos jogadores na próxima janela. Vocês (jornalistas) devem ter notícias em um curto espaço de tempo. Temos ativos suficientes caso seja preciso fazer algum investimento. Mas é preciso que o investimento dê resultado", explicou Peter Siemsem.

O Fluminense volta a campo nesta quarta-feira, quando jogará a partida de volta da segunda fase da Copa do Brasil contra a Ferroviária – as equipes empataram por 3 a 3 em Araraquara. No domingo, o Tricolor estreia no Campeonato Brasileiro contra o América-MG, em Belo Horizonte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos