Polícia inicia investigação sobre morte súbita de camaronês na Romênia

Do UOL, em São Paulo

  • STRINGER/AFP

A polícia romena investigará a morte súbita do camaronês Patrick Ekeng horas depois da partida do Dínamo Bucareste na última sexta-feira (6), diz o jornal belga Het Laatste Niews.

Segundo um porta-voz da polícia, erros podem ter ocorrido no resgate do atleta. Não houve tentativas de ressuscitar Ekeng com um desfibrilador, pois não havia um aparelho disponível em campo ou na ambulância que o transportou até o hospital.

A agência de notícias Mediafax acusou atendimento relapso da equipe médica presentes no estádio. "O motorista da ambulância foi a campo sem a supervisão de um médico. A médica estava na arquibancada fumando um cigarro", disse uma testemunha do ocorrido.

O atleta teve uma parada cardíaca e morreu duas horas depois do jogo, depois de receber primeiros socorros no campo e ser socorrido ao hospital.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos